icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2013
11:46

O técnico da seleção italiana, Cesare Prandelli, falou nesta terça-feira sobre o episódio ocorrido na partida entre Salernitana e Nocerina, no último domingo, pela Terceira Divisão da Itália. Ameaçados de morte pelos torcedores do próprio clube, os jogadores da equipe de Nocera fizeram um cai-cai e forçaram o fim do jogo.

- Perdemos todos. Alguns reflexões devem ser feitas, reflexões sobre o futebol, sobre a sociedade, a cidade de Nocera deve fazê-la. Penso que as pessoas que vestem a camisa dos ultras não são torcedores. São deliquentes, talvez devido a problemas sociais. Não me impressiona que todos os anos nos iludimos com a ideia de um futebol melhor, mas não é assim - afirmou Prandelli.

O presidente do Comitê Olímpico Italiano (Coni), Giovanni Malagò, afirmou que o episódio prejudica a imagem de todo o esporte italiano.

- Os danos não foram apenas à Lega Pro (que organiza a Terceira Divisão), mas a todo o esporte italiano. Ficou uma imagem vergonhosa. Todos nós somos vítimas - disse o dirigente.

Enquanto isso, seguem as investigações para se descobrir as identidades dos responsáveis pelas ameaças.