icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
24/06/2014
16:17

O técnico do Equador, o colombiano Reinaldo Rueda, afirmou nesta terça-feira, em coletiva no Maracanã, que o bom desempenho dos sul-americanos na Copa-2014 coloca uma pressão e vira uma motivação a mais para a seleção equatoriana no jogo desta quarta-feira, contra a França, pela terceira rodada do Grupo E do Mundial.

- É uma exigência desse torneio, pela rivalidade que se estabeleceu. Não só no caso da América do Sul, mas com outras seleções da América Latina, como México. Não queremos ficar atrás. Existe naturalmente essa tensão média em toda a família do futebol equatoriano. A torcida quer a classificação. Dependemos de nós mesmos - afirmou o treinador, que elogiou o Uruguai, mais recente classificado do continente:

- Uruguai confirma o status que tem na América do sul e no mundo ao ganhar esse jogo contra Itália. É um time de muita aplicação, intensidade e encontra o gol no momento certo. Esperamos que sigamos esse caminho dos sul-americanos.

O Equador está com três pontos, empatado com a Suíça, mas levando a melhor no saldo de gols. Na visão de Rueda, será preciso atuar no melhor nível possível contra os franceses para garantir a classificação.

- Temos que fazer uma partida perfeita para alcançar os pontos que precisamos. A ordem é alta concentração por todas as virtudes que tem a França. Homens fortes em todas as posições, um time que tem virtudes em todas as situações. É muito bem estruturada e que arrancou muito bem no torneio - analisou.

O Equador, assim como a França, não farão reconhecimento do gramado do Maracanã. O time sul-americano vai fazer uma atividade em São Januário.

- Com certeza estava programado o nosso treino no Maracanã, mas tivemos que seguir a recomendação de treinar em outro campo. Tomara que amanhã tenhamos um bom jogo, assimilemos tudo muito bem. Teremos que somar os pontos para chegarmos à próxima fase - finalizou.