icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/04/2014
08:02

O empate contra o Defensor Sporting (URU), no Mineirão, marcou os profissionais do Cruzeiro. Desde o resultado contra os uruguaios, que quase eliminou a equipe da Copa Libertadores, a comissão técnica intensificou a cobrança sobre os atletas. Após conquistar o Mineiro, Marcelo Oliveira destacou a postura de seus comandados.

O treinador da Raposa crê que a igualdade contra o time de Montevidéu serviu de ‘ensinamento’ e explica que momentos de distração podem findar todo o trabalho do elenco.

– Aquele jogo serviu como ensinamento. Dez segundos de distração podem custar muito caro. Acabamos empatando com sabor de derrota. Foram cinco jogos a partir dali e levamos apenas um gol – disse.

Marcelo Oliveira ainda avaliou a exibição da equipe cruzeirense diante do Atlético-MG na decisão do Campeonato Mineiro. Ele compara a atuação às dos jogos contra Universidad de Chile e Real Garcilaso (PER).

– Foi um jogo excepcional do Cruzeiro, assim como foi contra o Garcilaso e lá no Chile também. Marcamos bem e não deixamos de jogar. Tínhamos a vantagem e o regulamento e tentamos anular o time do Atlético, o que é muito difícil – concluiu.


Cruzeiro comemora título mineiro depois de clássico sem gols