icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
28/04/2014
17:01

A permanência de Willian no Cruzeiro ainda é uma incógnita. O vínculo do atacante com o clube se encerra em 14 de julho e a Raposa tem preferência para adquirir os seus direitos junto ao Metalist Kharkiv (UCR) até o dia 30 de maio, segundo Jader Brazeiro, representante dos ucranianos no Brasil. Marcelo Oliveira evita falar sobre a situação contratual do atleta, mas garante que ele é fundamental para o decorrer da temporada.

O técnico enaltece também o trabalho feito por ele e deposita confiança na capacidade de negociação da diretoria cruzeirense.

– Em relação à parte contratual, eu não tenho muita informação. É um atleta fundamental, gostaria que ele seguisse aqui. Ele me parece muito feliz no clube, por tudo o que encontrou e o carinho do torcedor também. Acho que a diretoria fará todos os esforços possíveis para que isso aconteça – disse o treinador, que não se diz surpreso com o desempenho do ‘Bigode Grosso’ na Toca da Raposa 2:

– Adorei quando descobri a notícia de que ele poderia vir para o Cruzeiro Já conhecia o atleta desde os tempos do Atlético-PR, com as passagens por Vila Nova, Figueirense e depois Corinthians. É um atleta de velocidade, boa técnica e que faz recomposição. Essas características aliadas são importantes para o futebol – disse.

Para que a manutenção de Willian seja efetivada, o Cruzeiro terá que desembolsar € 4 milhões (cerca de R$ 12,5 milhões), conforme previsto em contrato. A diretoria trata o valor como elevado, mas admite renegociá-lo.