icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2014
12:14

O treinador do Bahia, Marquinhos Santos, sabia que um confronto difícil o esperava na Arena Corinthians. O placar de 3 a 0 para o Timão, no entanto, não agradou o comandante, que afirmou que o grupo sentiu emocionalmente o primeiro gol dos donos da casa.

- Quando entra em uma situação como o Bahia está, após levar um gol, tem o abatimento natural.  É um outro campeonato, se cria uma expectativa diferente, mas ao levar os dois gols o time abalou. Tivemos um primeiro tempo ruim, completamente dominado pelo Corinthians. Mas, no segundo tempo, voltamos diferente. Criamos, não marcamos e levamos um gol no fim que nos deixou em situação complicada.

Vivendo situação delicada, o Bahia está há 9 jogos sem vencer no ano. Marquinhos Santos, no entanto, afirma que não deixará o cargo de treinador tricolor, e prega a recuperação do time no Brasileirão.


- Pressão é grande, e a questão de seguir ou não, cabe à diretoria. É preciso olhar o trabalho inteiro, não apenas quatro ou cinco jogos. Por isso, neste momento, peço que o torcedor incentive, critique apenas no término do jogo, principalmente pela falta de confiança do momento encarado pelos jogaores.

O próximo adversário do Bahia será o Internacional, neste sábado, na Fonte Nova, às 21h. A partida será válida pela 12ª rodada. Enquanto o Tricolor baiano ocupa a 16ª colocação, com 9 pontos somados, o Colorado é 5º colocado, com 19 pontos conquistados.