icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/06/2014
16:41

Nesta quinta-feira, às 16h, no Itaquerão, em São Paulo, Uruguai e Inglaterra jogam sua sobrevivência no Grupo D da Copa do Mundo. Ambas as equipes foram derrotadas na estreia do Mundial. No lado uruguaio, os trabalhos já começaram em clima de respeito aos ingleses.

- Nesta segunda-feira começamos a preparação de uma forma geral. Nesta terça vamos entrar mais nos detalhes, porque jogaremos contra um rival muito qualificado, e não só pelo que é historicamente, mas também pelo que fizeram na última partida - disse Oscar Tabárez, técnico da Celeste.

O comandante uruguaio prosseguiu elogiando o English Team e admitiu ter visto a estreia inglesa diante da Itália:

- Tive a oportunidade de ver (a estreia da Inglaterra), analisar e me meter nas estatísticas. Mereciam resultado melhor. Temos que trabalhar muito para limitar o time deles e também criar problemas no setor defensivo. Essa é uma final e precisamos da vitória.

Dentre as ameaças potenciais dos ingleses, Tabárez destacou a velocidade e qualidade técnica dos atacantes que seus comandados enfrentarão:

- Os atacantes que a Inglaterra mostrou nessa partida confirmaram o potencial técnico que têm. São muito velozes na tomada de decisões e ao percorrer distâncias. É um dos pontos que devemos nos ocupar para tratar que esse potencial seja limitado, sobretudo na questão do posicionamento, já que a Inglaterra com certeza vai repetir seu sistema de jogo. Depois, temos que nos preocupar com os jogadores que influem mais na partida, porque há alguns, como Gerrard, que são um pouco do termômetro do futebol da equipe.