icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2013
18:33

Bernard estará presente na primeira final da Libertadores entre Olimpia x Atlético-MG, mas apenas como torcedor. O jogador está suspenso para o primeiro jogo da final, e revelou toda a ansiedade que deverá viver, já que não poderá ajudar os companheiros no Defensores del Chaco.

- Vou roer todas as unhas, complicado e difícil, mas vai ter que ser dessa maneria, passar energia positiva para a equipe, jogo importante, difícil, mais importante do Atlético e meu também dentro do futebol. Espero que tudo aconteça conforme esperávamos - afirmou Bernard, à ESPN Brasil.

A ausência no Paraguai, em campo, do camisa 11, é uma partida a menos que a torcida do Galo poderá ver sua joia em campo, no que pode ser a reta final da primeira passagem do jogador pelo clube. Com alto interesse da Europa, Bernard poderá dizer adeus ao Atlético já com a medalha de campeão da Libertadores.

Porém, Bernard disse que não pensa muito nisso e não sabe se o dia 24 marcará o último dia dele como atleta do Galo. Ele apenas destacou a vontade que dará em campo  no Independência ou Mineirão.

- Se for minha despedida ou não, vai ser um dos títulos mais importantes da minha carreira por ser tão significante para todos os atletas, vou fazer o máximo, me entregar na partida, são momentos que podem ser únicos. Vou fazer o que posso e levar alegria aos nossos torcedores.

Bernard estará presente na primeira final da Libertadores entre Olimpia x Atlético-MG, mas apenas como torcedor. O jogador está suspenso para o primeiro jogo da final, e revelou toda a ansiedade que deverá viver, já que não poderá ajudar os companheiros no Defensores del Chaco.

- Vou roer todas as unhas, complicado e difícil, mas vai ter que ser dessa maneria, passar energia positiva para a equipe, jogo importante, difícil, mais importante do Atlético e meu também dentro do futebol. Espero que tudo aconteça conforme esperávamos - afirmou Bernard, à ESPN Brasil.

A ausência no Paraguai, em campo, do camisa 11, é uma partida a menos que a torcida do Galo poderá ver sua joia em campo, no que pode ser a reta final da primeira passagem do jogador pelo clube. Com alto interesse da Europa, Bernard poderá dizer adeus ao Atlético já com a medalha de campeão da Libertadores.

Porém, Bernard disse que não pensa muito nisso e não sabe se o dia 24 marcará o último dia dele como atleta do Galo. Ele apenas destacou a vontade que dará em campo  no Independência ou Mineirão.

- Se for minha despedida ou não, vai ser um dos títulos mais importantes da minha carreira por ser tão significante para todos os atletas, vou fazer o máximo, me entregar na partida, são momentos que podem ser únicos. Vou fazer o que posso e levar alegria aos nossos torcedores.