icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
22/11/2014
14:56

A Suíça se recuperou da derrota de Federer para Monfils com uma bela partida da dupla Stan Wawrinka e Roger Federer contra os franceses Richard Gasquet e Julien Benneteau. Com 3 sets a 0 (parciais de 6-3, 7-5 e 6-4) em 2h10m de jogo, a Suíça desempatou o duelo da final da Copa Davis com facilidade e voltou a ficar em vantagem na decisão com 2 a 1 no placar.

Inicialmente, a dupla suíça que jogaria contra os franceses Julien Benneteau e Richard Gasquet no terceiro confronto da final da Copa Davis, seria formada pelos desconhecidos Marco Chiudinelli e Michael Lammer. Mas o time decidiu mudar a formação e não poupou forças. Quem jogou foram as estrelas Roger Federer e Stan Wawrinka.

O próximo duelo da final da Copa Davis será entre Jo-Wilfried Tsonga e Roger Federer, às 10h deste domingo. A partida é decisiva para a Suíça, caso vencça o jogo, Federer irá confirmar o título. Se a vitória for de Tsonga, o último e decisivo duelo acontece entre Monfils e Wawrinka, logo após a primeira partida.

O JOGO

O confronto decisivo para desempatar o duelo começou tranquilo para a Suíça. No primeiro set o francês Richard Gasquet estava falhando bastante, principalmente em bolas para matar o ponto. Percebendo isso, o time suíço, em especial Stan Wawrinka, forçou bastante o jogo no francês.

A França ficou para trás no set inicial e viu a Suíça quebrar seu saque, para depois confirmar o serviço e abrir 5 a 2. Com vantagem larga na parcial, a Suíça só administrou. Os franceses ainda fizeram 5 a 3, mas os suíços não desperdiçaram o saque e garantiram com facilidade a vitória do primeiro set em 28 minutos, com parcial de 6 a 3.

No segundo set a França voltou com postura diferente. Bem melhor do que no primeiro set, fizeram um jogo duro para os suíços. A torcida estava dividida na quadra e o barulho era grande a cada ponto conquitado pelas duplas.

Gasquet e Benneteau chegaram perto de quebrar o saque dos súiços no oitavo game, mas não aproveitaram as duas chances que tiveram e viram Wawrinka e Federer salvarem . O troco veio no game seguinte, quando a Suíça também teve duas chances de quebra mas Benneteau achou dois ótimos saques e junto com Gasquet, salvaram o game. O segundo set foi decidido após 55 minutos, com vitória da Suíça por 7 a 5.

Assim como no primeiro set, a Suíça quebrou o saque da França fazendo 3 a 2 na parcial. Jogando melhor e com vantagem no placar, Federer e Wawrinka administraram o terceiro e decisivo set, confirmaram seus saques e fecharam com parcial de 6 a 4, após 46 minutos, dando números finais ao duelo.