icons.title signature.placeholder Thiago Correia
10/04/2014
09:07

No Porto já desde 2012, o goleiro Fabiano enfim consegue ter uma sequência como titular. Não é da maneira como gostaria, pois tudo isso é por causa da grave lesão do titular Helton, capitão da equipe. O baiano, que passou por clubes como São Paulo e Santo André antes de chegar em Portugal, aonde se destacou pelo Olhanense, fala sobre essa mistura de sentimentos.

- A gente fica feliz por um lado e triste por outro. Ninguém fica feliz com a lesão de um colega. Não fiquei, apesar desta grande oportunidade. Mas o trabalho deve continuar, tenho que estar preparado para ajudar os companheiros e o clube, e é isso que venho fazendo a cada dia, dando o máximo para corresponder a cada jogo - disse Fabiano, em entrevista exclusiva ao LANCE!Net, que falou ainda sobre a relação com o ex-jogador do Vasco:

- O Helton é um cara que está sempre presente, mesmo agora lesionado, sempre vem aos treinos e jogos. E comigo, particularmente, está sempre em contato, conversando, apoiando, dando conselho, e isso acontece desde a minha chegada ao Porto. Sempre conversou, e não está sendo diferente. Isso me deixa muito feliz e dá muita confiança.

Desde a minha chegada, sempre me preparei com o intuito e com a cabeça de jogar. Quando surge a oportunidade, fico tranquilo, com muita vontade de trabalhar e fazer minha história.

Nesta quinta-feira, o Porto entra em campo pela Liga Europa. Na Espanha visita o Sevilla na volta das quartas de final. Na ida, venceu no Estádio do Dragão por 1 a 0. Apesar de estar bem na competição, Fabiano garante que não existe prioridade, apesar de já estar fora da disputa do Campeonato Português.

- Prioridade não. Quando se fala em Porto, todas as competições são para ganhar. Então independente da competição em que esteja, o nosso intuito é ganhar cada jogo para conquistar o objetivo final. Temos quatro competições. Claro que o Português já ficou distante, mas a gente não para de lutar. Todos os torneios são para ganhar, jogo a jogo.

Fabiano tornou-se titular no clássico contra o Sporting, quando Helton se machucou (Foto: Divulgação)
 

BATE-BOLA
Fabiano, goleiro do Porto, ao LANCE!Net

O Porto ainda vai ter pela frente jogos contra o Benfica pela Taça de Portugal e pela Taça da Liga, além do jogo do Campeonato Português. Qual é a expectativa para esta sequência?
Cada jogo tem a sua importância, procuramos nos preparar para cada um. Claro que Porto x Benfica tem a rivalidade muito grande. Mas estamos acostumados a grandes jogos. Quando chegar o clássico, vamos saber lutar. 

Como está o trabalho de Luís Castro, novo treinador?
Ele é um treinador que sempre conversa conosco. Não teve muito tempo para passar o trabalho, são muitos jogos, meio e fim de semana, na maior parte é com conversa, diálogo, vídeos. Mas está muito bem, é uma pessoa que sempre está no meio, passa informação, e o trabalho está dando resultado.

Como vê as chances da seleção portuguesa na Copa do Mundo?
A seleção tem jogadores de grande qualidade, tem o melhor do mundo, uma seleção forte que vai fazer sucesso no Mundial.