icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/04/2014
09:30

O Botafogo foi para o intervalo da partida contra o Internacional, neste domingo, no Maracanã, perdendo por 2 a 0, pela segunda rodada do Brasileirão. Com mais um mau resultado, desta vez dentro de casa, o técnico Vagner Mancini não hesitou em mudar e tirou Julio Cesar e Jorge Wagner, colocando Junior Cesar e Daniel para a etapa final. Com as modificações, os alvinegros chegaram ao empate, com boa participação dos dois jogadores que entraram.

Para Junior Cesar, que voltava de uma lesão no joelho direito, a boa performance no segundo tempo pode lhe render a condição de titular para a próxima rodada, domingo, às 16h, na Fonte Nova, diante do Bahia.

Julio Cesar, titular da lateral esquerda desde o ano passado, Julio falhou na marcação no primeiro gol do Inter. A partir daí, a toda vez que pegava na bola, vaias eram entoadas para ele nas arquibancadas. Para Vagner Mancini, esta situação poderá pesar na hora da escolha dele pelo titular.

- Claro que o Junior Cesar entra na briga por uma vaga. Por termos dois laterais do mesmo nível, vai haver uma briga sempre.  O Julio Cesar sai do jogo fragilizado, mas é dedicado, necessita respirar e depois ter outras oportunidades. Não está definido que o Junior Cesar entrar, mas pode acontecer, porque não queremos esgotar a paciência nossa, do atleta e da torcida - disse Vagner.

Outro que saiu do time no intervalo e que tem sua condição de titular ameaçada é Jorge Wagner. O apoiador foi substituído por Vagner Mancini no intervalo pela segunda rodada consecutiva. Para Mancini, é preciso dar espaço para jogadores mais jovens e rápidos como Daniel. Com isso, Jorge, que tem 35 anos, pode deixar o time.

- Em determinados momentos, vamos ter de fazer isso sim. Existe a necessidade de o jovem jogar. Ele (Daniel) entrou e conseguiu ajudar. Essa vitalidade faz falta. Estou fazendo muitas análises do elenco. Existe a necessidade de tornar a equipe mais rápida. Equipe que quer ser campeã brasileira tem de ter a capacidade de sofrer gols e absorvê-los e reagir. Talvez tenhamos de mesclar mais - disse Mancini.

Com grande estreia de Sheik, Botafogo busca empate com Inter