icons.title signature.placeholder Lucas Bachião
08/11/2014
18:20

Na tarde desta sábado, Bragantino e Ponte Preta se enfrentaram, pela 34º rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Cerca de quatro mil pontepretanos compareceram ao Nabizão e viram a equipe campineira retornar à elite do futebol brasileiro um ano após ser rebaixada para a Série B. No ano passado, quando estava na Primeira Divisão, a Macaca caiu com duas rodadas de antecedência.

Em jogo movimentado no segundo tempo, a Ponte dominou a partida e garantiu o retorno à elite do futebol brasileiro de 2015. O atacante Alexandro 'Macacão' abriu o placar em uma cobrança de pênalti. Já no fim do jogo, a festa se completou com o meia Roni, que entrou na etapa final no lugar de Rafael Costa e marcou o segundo gol do time campineiro. Com o resultado, a Macaca reassumiu a liderança da Segundona, tendo conquistado 67 pontos. Já o Braga permanece na 15º posição, com 39 pontos. O Alvinegro de Bragança está um ponto à frente do Icasa, clube que abre a zona do rebaixamento. 

O JOGO

O primeiro tempo foi marcado por muito nervosismo e pouca movimentação. Pressionado por maus resultados e jogando em seu domínio, o time de Bragança anulou o setor ofensivo da Macaca nos quinze minutos iniciais. A Ponte soube se livrar da forte marcação e resolveu entrar em ação. Aos 22 minutos, Renato Cajá cobrou falta e o centroavante Rafael Costa tentou de bicicleta e assustou o goleiro do Braga.

No fim da primeira etapa, o camisa 10 do time visitante armou contra-ataque, achou Alexandro na esquerda que chutou colocado, mas a bola foi parar no travessão. Por pouco, o Alvinegro Campineiro não inaugurou o placar no Nabizão. Foi a melhor chance da partida e o lance assustou a torcida do Massa Bruta.

Na volta para a etapa final, o jogo melhorou e a Ponte Preta voltou com tudo. Aos seis minutos, Fernando Bob tabelou com Alexandro, que arriscou de fora da área e obrigou o arqueiro do Leão a trabalhar mais uma vez. Oito minutos depois, foi a vez do time da casa chegar ao ataque,  o atacante Erik cabeceou forte e Roberto salvou a Ponte.

Aos 28 minutos, um pênalti polêmico a favor da Ponte e que gerou muito protesto nos jogadores do Bragantino. Roni, que havia acabado de entrar no lugar Rafael Costa, invandiu a área e foi derrubado por Tobi. O camisa 22 comemorou muito com a torcida da Macaca. Na cobrança, Alexandro converteu a penalidade máxima e abriu o placar no estádio Nabi Abi Chedid. Foi o começo da festa dos pontepretanos. Em entrevista ao LANCE!Net, o centroavante prometeu fazer o gol do acesso.

No fim do confronto, a Ponte Preta ampliou a vantagem. O apoiador Roni entrou em ação novamente. O camisa 22 recebeu de Cafu e soltou uma pancada de fora da área. A torcida comemorou o tento assinalado e entoou a voz no Nabizão.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Braga pega o Santa Cruz também em casa, no próximo sábado, às 17h30. Já a Macaca encara o vice-líder Joinville, no mesmo dia, às 16h20. A partida deverá ser a provável "final" da Segundona. O duelo acontecerá na Arena Joinville.