icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2014
12:06

O clássico mineiro pela final da Copa do Brasil teve um gostinho especial para Levir Culpi. Não só pelo resultado favorável e a boa vantagem para a partida de volta, no Mineirão, mas também por alcançar mais uma marca histórica no time alvinegro. A vitória por 2 a 0 sobre a Raposa foi o jogo de número 220 de Levir Culpi no comando do Atlético-MG, contabilizando suas três passagens anteriores pelo clube.

Ao todo, Levir tem números satisfatórios à frente do Galo. Em 220 jogos, conquistou 119 vitórias, 47 empates e saiu de campo 54 derrotado. Traduzidos no percentual de aproveitamento, o treinador alcançou 61,2% dos pontos disputados.



MAIS:
> Atleticanos querem usar experiência para não se iludurem com vantagem
> Tardelli revela incômodo e atuação no sacrifício, mas tranquiliza torcida
> Eufórico, Kalil dispara após a vitória: 'é o maior mandante do mundo'

Levir começou sua tragetória no Galo ainda na temporada de 1994/95, levantando uma taça do Campeonato Mineiro. Em seu primeiro retorno, em 2001, o Galo bateu na trave no Brasileirão, caindo para o São Caetano na semifinal daquele ano. Já em 2006, o treinador tirou o time da Série B e voltou à elite do futebol nacional com a taça. Meses após o título, o treinador foi para o Japão, local onde viveria por mais seis temporadas antes de, novamente voltar ao Atlético-MG. Comandante desde maio de 2014, o treinador já levantou a taça da Recopa Sul-Americana e tem chances reais de conquistar a inédita Copa do Brasil para o clube mineiro.