icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/12/2013
15:34

A respeito dos episódios de violência no futebol, protagonizados por torcidas organizadas ao longo deste ano, o STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) vai propor que os clubes percam pontos em casos considerados "gravíssimos". O órgão vai sugerir também o aumento de multas e do número de perdas de mando de campo. Segundo Flávio Zveiter, presidente do STJD, as medidas já poderão valer a partir de 2014.

Em declaração dada à Folha de S. Paulo, Aldo Rebelo, ministro do Esporte, manifestou total apoio à ideia.

- O clube teme mais perder três pontos do que R$ 3 milhões. A cobrança por três pontos será muito mais dura pela torcida em cima dos dirigentes. O dinheiro ele pode pedir emprestado - disse Aldo Rebelo.

As propostas foram debatidas nesta quinta-feira em reunião do governo federal com a CBF e outras entidades. No total, foram estabelecidas nove medidas para serem discutidas e implementadas nos próximos meses. Porém, muitas delas ficam apenas no campo das sugestões e recomendações. Alguns pontos necessitam de mudanças da legislação e apoio dos Estados para serem implementados.

Entre as medidas, estão a criação de juizados e delegacias de torcedores nos Estados, unificação de cadastro de torcidas organizadas e o desenvolvimento de um guia de segurança nos estádios.