icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/12/2013
14:23

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para esta sexta-feira o julgamento de Vasco e Atlético-PR pela briga entre torcedores dos dois clubes na arquibancada da Arena Joinville, na partida entre os times, no último domingo. Se condenadas, as equipes podem perder mandos de campo.

O pedido foi feito após denúncia da procuradoria do órgão. O Cruz-Maltino foi enquadrado nos artigos 184 e 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, prevendo multa e perda de até dez mandos de campo. Já o Furacão foi denunciado nos artigos 184, 191, 211 e 213 do mesmo código, e a punição pode acarretar em multa, perda de até 20 mandos de campo, devido a punição dobrada, como indica o artigo 184, e até interdição do estádio.

O artigo 184 do CBJD diz: "Quando o agente mediante mais de uma ação ou omissão, pratica duas ou mais infrações, aplicam-se cumulativamente as penas". O 191 orienta que quando fora deixado de cumprir obrigações, determinações ou regulamentos, deve-se aplicar multa de R$ 100 a R$ 100 mil reais. Já o artigo 211 determina a mesma multa em caso de falta de infraestrutura no local da prática esportiva. O 213 diz respeito a deixar de prevenir ou reprimir desordens, invasão e/ou lançamento de objetos no campo de jogo.

Também foram denunciadas a Federação Catarinense, no artigo 191, e o árbitro do confronto, Ricardo Marques Ribeiro, no 261, podendo, assim, ser suspenso por até 90 dias.