icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/06/2014
11:23

E a briga entre NBA e Donald Sterling voltou ganhar um novo contorno. Depois de se dar por vencido e aceitar vender a franquia da equipe para o CEO da Microsoft, o mandatário voltou atrás e diz que vai lutar por seu patrimônio.

- A equipe não está à venda. Desde o início, eu não queria vender o Los Angeles Clippers. Decidi que tenho que lutar para proteger meus direitos. Embora minha posição possa não ser popular, acredito que meus direitos à privacidade e à preservação dos meus direitos devido ao processo legal não devem ser pisados. Adoro a equipe e tenho dedicado 33 anos da minha vida para a organização. Pretendo lutar para manter a equipe – disse Starling.

Além de decidir não vender a equipe, depois de ser banido para sempre da NBA, Sterling também vai tomar uma outra iniciativa. Vai processar a liga amerinca de basquete em função das decisões tomadas contra ele. Esse comunicado foi feito através de uma carta divulgada à imprensa.