icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/04/2014
11:13

No duelo entre o oitavo e o primeiro colocados da conferência oeste, era esperado um "atropelo" do Spurs sobre o Mavericks, mas não foi isso que se viu na noite desta quarta. Com uma fraquíssima atuação, o Spurs permitiu que o Dallas empatasse a série melhor de sete em 1 a 1, com a vitória por 113 a 92.

O destaque da partida veio do time perdedor. O argentino Manu Ginobili, com 27 pontos em 22 minutos tentou impulsionar o Spurs, mas as fracas atuações de Tim Duncan (11 pontos), Tony Parker (12 pontos), e os seis pontos de Kawhi Leonard, Tiago Splitter e Danny Green, não foram de muita ajuda.

Pelo lado do Dallas, destaque para o armador Monta Ellis, com 21 pontos, além dos 20 de Shawn Marion e os 18 de Devin Harris. O alemão Dirk Nowitzki ajudou com 16 pontos.

O JOGO:

O Spurs começou bem a partida, errando pouco e mantendo o placar próximo, chegando a abrir uma distância de sete pontos com sete minutos faltando para o fim do primeiro quarto, mas o Dallas se recuperou e encerrou a parcial na frente, com 24 a 23 e 8 pontos de Ellis.

No segundo, o jogo seguiu parelho, mas os erros do Spurs começaram a aparecer, bem como a regularidade do Dallas, permitindo ao Mavs controlar uma distância de 12 pontos, com quatro minutos para o fim, encerrando a parcial com cinco pontos de vantagem, 56 a 51.

Na volta do intervalo, o Dallas passou a abrir vantagem, aproveitando-se de dois erros bobos do Spurs nos primeiros dois minutos de quarto, estourando o cronômetro e errando um passe com Leonard. A distância passava a crescer e, ainda que sem destaques individuais, o Dallas fechou o quarto com 13 pontos na frente, 88 a 75.

No fim, o Mavericks somente administrou a distância e se aproveitou dos contínuos erros do Spurs, aumentando ainda mais a vantagem e fechando a partida com 21 pontos à frente, 113 a 92, e a série empatada em 1 a 1.