icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/04/2014
08:06

Na noite da última quinta-feira, a diretoria do Corinthians surpreendeu e, por meio de uma nota oficial, reativou a oferta de 4 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) pela compra dos 50% dos direitos econômicos de Elias que pertencem ao Sporting (POR). Na mesma nota oficial, o clube deu um prazo de 24 horas, mas não houve resposta.

Apesar disso, o Timão mantém a esperança. O que dificulta é o fato de o volante poder atuar só depois da Copa, uma vez que a janela de transferências internacionais do Brasil fechou na última terça. O Corinthians quer que seja descontado o valor dos salários de Elias, na casa dos R$ 500 mil mensais – cerca de R$ 1,5 milhão até julho.

– O Sporting solicitou que reiterássemos a proposta. Com o fechamento da janela, temos o fato novo: quem vai arcar com os vencimentos do Elias até julho? Temos de acertar isso. Queremos o Elias, ele nos interessa, é um desfecho que terá sem correria. Não haverá luta alucinada como teve antes de fechar a janela – afirmou Mário Gobbi Filho, presidente do Timão, em entrevista coletiva no CT.