icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
15:38

Os torcedores de Sport e Náutico não precisarão mais esperar até o próximo Campeonato Pernambucano para ver seus times em campo. Isso porque Alvirrubros e Rubro-Negros se enfrentarão pela Copa Sul-Americana, em datas e horários ainda indefinidos. O primeiro Clássico dos Clássicos com proporções continentais tornou-se viável baseado num regulamento confuso, em que o Leão precisou torcer por rivais na Copa do Brasil.

A explicação é baseada na tabela de classificação do Brasileiro do ano passado e no regulamento da Copa Sul-Americana deste ano. As equipes que avançam às oitavas de final da Copa do Brasil estão automaticamente fora da Sul-Americana. Com isso, o Leão precisou "torcer" para que sete dos nove times que estavam à sua frente na "lista de espera" - Botafogo, Santos, Cruzeiro, Internacional, Flamengo, Ponte Preta, Goiás, Criciúma e Atlético-PR - avançassem. A torcida deu certo, e apenas Ponte Preta e Criciúma caíram na terceira fase.

Enquanto o Leão aguardava o desfecho da terceira fase, o Timbu já estava garantido no torneio. Isso porque terminou o Brasileiro de 2012 em 12º lugar e foi eliminado logo na primeira fase da Copa do Brasil, contra o Crac (GO).

O encontro entre os rivais pernambucanos marca a primeira participação do estado na competição. Em torneios internacionais, Pernambuco só foi representado três vezes, todas em Libertadores: em 1968 o Náutico participou do torneio, já o Leão disputou em 1988 e 2009.


Os torcedores de Sport e Náutico não precisarão mais esperar até o próximo Campeonato Pernambucano para ver seus times em campo. Isso porque Alvirrubros e Rubro-Negros se enfrentarão pela Copa Sul-Americana, em datas e horários ainda indefinidos. O primeiro Clássico dos Clássicos com proporções continentais tornou-se viável baseado num regulamento confuso, em que o Leão precisou torcer por rivais na Copa do Brasil.

A explicação é baseada na tabela de classificação do Brasileiro do ano passado e no regulamento da Copa Sul-Americana deste ano. As equipes que avançam às oitavas de final da Copa do Brasil estão automaticamente fora da Sul-Americana. Com isso, o Leão precisou "torcer" para que sete dos nove times que estavam à sua frente na "lista de espera" - Botafogo, Santos, Cruzeiro, Internacional, Flamengo, Ponte Preta, Goiás, Criciúma e Atlético-PR - avançassem. A torcida deu certo, e apenas Ponte Preta e Criciúma caíram na terceira fase.

Enquanto o Leão aguardava o desfecho da terceira fase, o Timbu já estava garantido no torneio. Isso porque terminou o Brasileiro de 2012 em 12º lugar e foi eliminado logo na primeira fase da Copa do Brasil, contra o Crac (GO).

O encontro entre os rivais pernambucanos marca a primeira participação do estado na competição. Em torneios internacionais, Pernambuco só foi representado três vezes, todas em Libertadores: em 1968 o Náutico participou do torneio, já o Leão disputou em 1988 e 2009.