icons.title signature.placeholder Bruno Quaresma
17/12/2013
07:23

O Spartak (RUS) encaminhou um documento para a diretoria do São Paulo pedindo que Welliton se apresente ao clube russo no início da temporada de 2014. O atacante estava emprestado ao Tricolor até o fim de dezembro e não permanecerá no elenco são-paulino.

Muricy Ramalho até queria que o camisa 37 continuasse e o São Paulo chegou a fazer uma consulta, mas depois não foi mais atrás. Isso porque o valor era alto a ser investido em um atleta que não conseguiu grande destaque nessa passagem.

O mesmo documento mandado para os cartolas tricolores também foi enviado ao Grêmio. O atacante estava na equipe gaúcha e foi repassado ao São Paulo, que passou a pagar metade do salário do jogador. Os dois Tricolores dividiram os R$ 400 mil que estão no contrato dele com o Spartak.

Welliton chegou ao Morumbi no segundo semestre, participou de 19 partidas e marcou quatro gols. Ele chegou a ser titular em alguns confrontos, mas foi superado por Aloísio e Ademilson e passou a ser apenas opção no banco de reservas.

Uma das prioridades para 2014 é o ataque. A diretoria se movimenta e tenta o máximo de sigilo para que os nomes dos jogadores que interessam ao clube não vazem, assim evitaria concorrentes nas negociações. Rafael Sobis, do Fluminense, é uma opção que agrada, mas a dificuldade de acerto é grande.

O clube também sondou Gilberto, que jogou o Campeonato Brasileiro pela Portuguesa, mas ele se transferiu para o Toronto (CAN). O chileno Vargas foi outro procurado, mas ele está muito próximo do Santos.

O São Paulo marcou apenas 39 gols e teve o quinto pior ataque do Brasileirão. A situação dos atuais jogadores do setor está indefinida. Luis Fabiano terminou o ano em baixa e uma boa proposta pode tirá-lo do Morumbi. Aloísio deve ficar, mas tem sondagens e não garantiu sua permanência.