icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/11/2013
16:26

Não bastasse a situação complicada na tabela, ocupando a 15ª colocação e cada vez mais próximo da zona de rebaixamento, o Bahia tem problemas para encarar o Grêmio, neste domingo, às 17h, fora de casa. Sem Hélder, Wallyson e Marquinhos Gabriel, o técnico Cristóvão Borges fez algumas mudanças no time que encara o Tricolor gaúcho.

No coletivo da última quinta-feira, Souza foi testado na função de um autêntico camisa 10, municiando a dupla de ataque formada por William Barbio e Fernandão. Além disso, o comandante formou o meio de campo com Fahel, Feijão e Rafael Miranda. Fahel atuou como um terceiro zagueiro, dando liberdade ao lateral-esquerdo Jussandro para atacar.

- Com a entrada de Fahel, a gente vai ter dois volantes pegadores. Vamos ter consistência na zaga, com dois caras para marcar. A gente vai jogar mais tranquilo lá na frente - disse William Barbio ao Correio da Bahia.

O atacante, que volta de suspensão, também comentou sobre a importância da entrada de Souza no time e a função de armador de jogadas.

- É um cara que segura bem a bola e vai ajudar muito quem vai jogar pela beirada, pois vai ter mais espaço para a gente entrar na área do Grêmio - analisou.