icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/06/2014
10:34

Depois de ter relatado que não ficou surpreso quando foi pego no teste antidoping, Chael Sonnen agora revelou que vai entrar com entrar com um recurso para apelar contra o resultado do exame. Em entrevista ao canal americano "Fox Sports", o lutador comentou que as substâncias que tomou não são ilegais e afirmou vai usar isso em sua defesa.

- Absolutamente (vou apelar). Um atleta não tem que ficar sem tomar medicamentos durante os 365 dias do ano. Uma coisa é uma pessoa fugir do teste e tentar esconder algo. Outra é ser transparente como eu fui. Eu tentei esclarecer tudo da melhor maneira possível. Não escondi nada e ainda não estou escondendo. Eu tomei essas substâncias, mas elas não são ilegais, elas não melhoram o desempenho. Eles (a comissão) nunca falam as regras para gente até violarmos elas. Se eu tivesse sido pego no dia da luta, eu não tentaria argumentar. Porém, fora de competição, um atleta não pode tomar anabolizantes, esteróides e substâncias para melhora de performance, e não tomei nada disso. Tem muitas declarações relacionadas a isso no estatuto, que vou fazer o download e levar para comissão quando entrar com o recurso - revelou o americano.

Na mesma entrevista, Sonnen ainda comentou que não se arrepende de ter tomado as substâncias pelo fato de ter conseguido engravidar sua esposa. Quando perguntado se tinha medo de os fãs começarem a classificá-lo como "trapaceiro", o lutador, que sofre de problemas de fertilidade, não mostrou-se preocupado.

- Durante minha carreira já fui rotulado de várias coisas mas, em nove meses, eu vou ter o rótulo de pai. Se eu tivesse que escolher entre ser um pai ou um atleta, eu sempre escolheria ser pai. Eu sei o que eu fiz, e se eu tivesse que fazer de novo, eu faria 20 vezes de novo exatamente igual - completou o atleta.

Primeiramente, Chael Sonnen enfrentaria Wanderlei Silva no UFC 175, que acontece no dia 5 de julho, em Las Vegas (EUA). Porém, o "Cachorro Louco" faltou a um teste antidoping surpresa e foi cortado do evento. Após a saída de Wand, Sonnen lutaria contra Vitor Belfort, mas agora foi o americano quem falhou no teste antidoping e teve seu confronto com o "Fenômeno" cancelado.