icons.title signature.placeholder Pedro Leanza
09/04/2014
21:37

O sonho do bicampeonato rubro-negro acabou. O Flamengo, que precisava de uma vitória simples para avançar na Copa Libertadores, conseguiu perder por 3 a 2 para o León (MEX), na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Arizala, Boselli e Peña fizeram os gols mexicanos. André Santos e Alecsandro descontaram, mas não evitaram mais um revés traumático no torneio.

Com o triunfo, o León termina em segundo lugar no Grupo 7 da Libertadores. Já o Flamengo amargou a terceira posição. A liderança da chave ficou com o Bolívar, que venceu o Emelec no complemento da rodada.

O Flamengo não terá muito tempo para remoer as feridas da eliminação. Os comandados de Jayme de Almeida voltam a campo no próximo domingo, na decisão do Carioca contra o Vasco, às 16h, no Maracanã. O Rubro-Negro precisa de um empate para somar o 33ª título na competição.

LÁ E CÁ

O jogo começou como qualquer decisão: tenso! A primeira boa chance foi do Flamengo. Aos cinco minutos, Alecsandro recebeu bom passe na entrada da área e, de bico, tentou encobrir o goleiro. A bola passou raspando à trave esquerda de Yarbrough. A chance com o camisa 19, porém, foi apenas um surto de competência do time rubro-negro nos minutos iniciais.



A partida começou a ficar animada aos 11 minutos. Elano, lesionado, teve de deixar o gramado para a entrada de Gabriel. Pouco depois, aos 21, Arizala abriu o placar para os mexicanos, após ganhar de André Santos no alto. O lateral-esquerdo do Fla, entretanto, não demorou para se redimir. Aos 29, empatou o jogo em nova jogada aérea.

L!TV
> Para esquecer! Paulinho dá furada bisonha no Maracanã

LEIA MAIS
> Jayme exalta elenco e evita 'caças às bruxas' depois de eliminação
> Jogadores do Fla se desculpam com a torcida após eliminação

ENQUETE
> Quem é o responsável pela eliminação do Flamengo? Vote!

BLOGS
> Mauro Beting - Flamengo 2 x 3 León
> Janca - Flamengo eliminado

Eletrizante, a partida não permitia que os torcedores sequer piscassem. Um minuto depois de o time da Gávea ter empatado, Boselli, outra vez pelo alto, colocou o León na frente. A vantagem mexicana, porém, não durou muito tempo. Aos 34, Everton fez ótimo cruzamento para Alecsandro, que, de primeira, colocou a bola no fundo da rede: 2 a 2.

PRESSÃO E DECEPÇÃO

Disposto a virar a partida, o Flamengo voltou para o segundo tempo pressionando. Em rápida jogada pela esquerda aos dois minutos, Everton cruzou na cabeça de Gabriel, que obrigou o goleiro a fazer boa defesa. Se o Rubro-negro buscava o ataque, o León não deixava de responder à altura. A partida, com isso, era de tirar o fôlego, com lances de perigo para os dois lados.


       Flamengo não conseguiu superar o León no Maracanã (Foto: Bruno de Lima/LANCE!Press)

Até os 20 minutos, ambas as equipes já haviam tido, pelo menos, três boas chances de fazer o terceiro gol. Os times, porém, pecavam no último passe. Com o tempo passando e o placar empatado, Jayme teve de ousar. Aos 24, Negueba entrou no lugar de André Santos, que não se aguentava em pé.

A tensão aumentava à medida que os minutos passavam. Retraído na defesa, o León se preocupava em sair apenas nos contra-ataques. Cada vez mais desesperado, o torcedor rubro-negro sofreu o golpe final aos 37 minutos. Peña aproveitou boa jogada do ataque mexicano e, de frente para o gol, apenas empurrou a bola para a rede: Flamengo, mais uma vez, eliminado precocemente da Libertadores!

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 3 LEÓN (MEX)

Local: Maracanã (RJ)
Data/horário: 9/4/2014 - 19h45
Árbitro: Diego Abal (ARG)
Auxiliares: Gustavo Rossi (ARG) e Ivan Nuñes (ARG)
Público/renda: 53.230 pagantes / R$ 3.091.047,50
Cartões amarelos: André Santos, Amaral (FLA); Rafa Márquez, González, Montes, Boselli (LEO)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Arizala, aos 21'/1ºT (0-1); André Santos, aos 29'/1ºT (1-1); Boselli, aos 30'/1ºT (1-2); Alecsandro, aos 34'/1ºT (2-2); Peña, aos 37'/2ºT (2-3)

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos (Negueba, aos 26'/2ºT); Amaral, Muralha, Elano (Gabriel, aos 11'/1ºT); Paulinho (Nixon, aos 37'/2ºT), Everton e Alecsandro. Técnico: Jayme de Almeida

LEÓN: Yarbrough; Vazquez, Rafa Márquez, Magallón e González; Edwin Hernández, Elías Hernández, Montes e Peña (Rocha, aos 38'/2ºT); Arizala (Delgado, aos 37'/2º) e Boselli. Técnico: Gustavo Matosas