icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/12/2013
18:48

O sócio proprietário do Vasco, Marcus Simonini Ferreira, divulgou carta na tarde desta segunda-feira pedindo a renúncia do presidente do clube, Roberto Dinamite, alegando que o ídolo do time, em dois mandatos a frente do clube, não foi capaz de fazer o Gigante da Colina crescer esportiva e estruturalmente. Confira o conteúdo da carta na íntegra:

"Ao Sr. Carlos Roberto Dinamite de Oliveira, Presidente do Club de Regatas Vasco da Gama

Com cópia a membros do Conselho Deliberativo do CRVG (independentemente da posição político-partidária),

Na qualidade de Sócio Proprietário bronze - 12374-2, venho, com fulcro no Estatuto do Club de Regatas Vasco da Gama, respeitosamente expor os seguintes fatos e ao final requerer o seguinte:

Considerando que o CRVG foi rebaixado à Serie B do Campeonato Brasileiro, em intervalo de 5 anos, o que aponta para uma forte deficiência técnica e de planejamento, ao longo deste mandato, o que é incompatível com a grandeza desta Instituição, e que tal fato não é um tropeço (como está erroneamente publicado no site oficial do Club), mas sim uma enorme mancha na História desta Instituição Secular;

Considerando que, ao longo dos dois mandatos, Vossa Diretoria não foi capaz de construir um Club de Regatas Vasco da Gama forte, modernizado, profissionalizado, respeitado, vencedor, proprietário de um CT e de uma Arena, para a abrigar o Rugby, nos Jogos Olímpicos de 2016, o que, por conseguinte, inviabilizou a revitalização do Entorno de São Januário, no Caderno de Encargos da Prefeitura do RJ, realizações estas de valor incalculável para a marca da Instituição, e sua projeção no cenário internacional;

Considerando o estado de decadência geral que atinge o Patrimônio do Club de Regatas Vasco da Gama, com comprometimento de seu Parque Aquático, do seu Estádio, e o precário estado de conservação de todas as Sedes do CRVG, bem como do Colégio Vasco da Gama, e esportes amadores, como o Remo;

Considerando a grave situação financeira na qual se encontra o CRVG, o que torna muito complicado o planejamento para o ano de 2014, e seguintes;

Considerando a imperiosa necessidade do CRVG vir a acompanhar a tendência das gestões dos clubes de futebol mundo afora, o mais rápido possível;

Peço que considere retribuir à instituição que o formou e projetou como Ídolo de uma Grande Torcida, agora, por tudo que o CRVG já fez pelo Senhor, para, com base no Estatuto Social, vir a apresentar, hoje, dia 09/12/2013, sua RENÚNCIA ao cargo de Presidente do Club de Regatas Vasco da Gama, praticando este ato, por dignidade e respeito a esta Instituição Centenária.

Peço, por fim, que ao apresentar sua renúncia, solicite que todo o processo daí decorrente seja no sentido da antecipação das Eleições Gerais para o próximo triênio.

Considere como sendo a decisão mais acertada da sua gestão, em decorrência do atual momento do nosso Club, e para que o CRVG tenha a oportunidade de reerguer-se, através de Vascaínos abnegados, que não medirão esforços para recolocar o Vasco da Gama no seu devido Status, ao lado dos grandes Clubes de Futebol do Mundo.

* O Senhor continuará a ser Ídolo do CRVG, maior artilheiro de Campeonatos Brasileiros que é, mas entenda que não há mais condições políticas, nem técnicas e administrativas de obter o apoio e motivação necessários dos Sócios e da imensa torcida Cruz-maltina, para retomar o caminho à Série A, em 2014. A decisão mais correta é mesmo deixar o Club agora, em caráter definitivo, face à enorme rejeição e perda de legitimidade do vosso mandato.

Atenciosamente,

Marcus Simonini Ferreira - Sócio Proprietário Bronze 12374-2, desde março/1984"