icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2013
17:28

Os jogadores reservas do São Paulo venceram o Audax-SP por 2 a 0, na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, em jogo-treino. A atividade contou com a presença do presidente Juvenal Juvêncio e do diretor de futebol do clube, Adalberto Baptista. Enquanto isso, os titulares fizeram atividade regenerativa no Reffis.

Os gols são-paulinos foram marcados no segundo tempo, com o zagueiro Lucão e o atacante Silvinho. O beque Paulo Miranda, que se recupera de uma fratura na mão esquerda, atuou ao lado de Edson Silva na etapa inicial.

Negueba, que sofreu uma grave lesão no joelho direito ainda em janeiro, teve boa movimentação e mostrou disposição ao ajudar na marcação. O time que iniciou o treino foi composto por Denis, Lucas Farias, Paulo Miranda, Edson Silva e Reinaldo; Fabrício, João Schmidt e Roni; Silvinho, Negueba e Ademilson.

O presidente ficou em uma arquibancada e viu o jogo inteiro. No intervalo, Adalberto Baptista, que estava na beira do campo ao lado do coordenador técnico Milton Cruz e do comandante Paulo Autuori, foi até o local para falar com o mandatário. Após uma rápida conversa, voltou ao gramado.

Enquanto isso, os jogadores que encararam o Cruzeiro ficaram na academia. Já o restante do elenco fez atividades técnicas com os preparadores físicos.

Em má fase, o elenco tricolor não vence há dez jogos - sendo oito derrotas e dois empates no período. As declarações também expoõem o momento turbulento do clube. Além disso, no domingo, em um churrasco na sede social do Tricolor, houve uma confusão entre opositores de Juvenal e a situação.

Os jogadores reservas do São Paulo venceram o Audax-SP por 2 a 0, na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, em jogo-treino. A atividade contou com a presença do presidente Juvenal Juvêncio e do diretor de futebol do clube, Adalberto Baptista. Enquanto isso, os titulares fizeram atividade regenerativa no Reffis.

Os gols são-paulinos foram marcados no segundo tempo, com o zagueiro Lucão e o atacante Silvinho. O beque Paulo Miranda, que se recupera de uma fratura na mão esquerda, atuou ao lado de Edson Silva na etapa inicial.

Negueba, que sofreu uma grave lesão no joelho direito ainda em janeiro, teve boa movimentação e mostrou disposição ao ajudar na marcação. O time que iniciou o treino foi composto por Denis, Lucas Farias, Paulo Miranda, Edson Silva e Reinaldo; Fabrício, João Schmidt e Roni; Silvinho, Negueba e Ademilson.

O presidente ficou em uma arquibancada e viu o jogo inteiro. No intervalo, Adalberto Baptista, que estava na beira do campo ao lado do coordenador técnico Milton Cruz e do comandante Paulo Autuori, foi até o local para falar com o mandatário. Após uma rápida conversa, voltou ao gramado.

Enquanto isso, os jogadores que encararam o Cruzeiro ficaram na academia. Já o restante do elenco fez atividades técnicas com os preparadores físicos.

Em má fase, o elenco tricolor não vence há dez jogos - sendo oito derrotas e dois empates no período. As declarações também expoõem o momento turbulento do clube. Além disso, no domingo, em um churrasco na sede social do Tricolor, houve uma confusão entre opositores de Juvenal e a situação.