icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2013
22:47

Ao chegar ao Morumbi, tanto os torcedores do São Paulo quanto os do Santos irão estranhar ao olhar para quem está à beira do gramado no comando da equipe. Sem Ney Franco, demitido na última sexta-feira, o Tricolor será dirigido pelo técnico interino Milton Cruz. Do outro lado, Claudinei Oliveira estará à frente do Peixe para o San-São deste domingo, às 16h, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. 

Na relargada do torneio nacional, o clube do Morumbi se encontra em uma posição mais cômoda no campeonato do que o rival. O Tricolor figura na sexta posição, com oito pontos, três a menos do que o líder, Coritiba. Por outro lado, o Santos aparece no 16º lugar, com apenas cinco pontos conquistados.

Sem vencer um clássico na temporada, São Paulo não poderá contar com o lateral-direito Douglas, que sofreu um pequeno ligamento colateral medial do joelho direito. Por conta disso, Milton Cruz ainda tem uma dúvida para escalar a equipe. Mateus Caramelo e Lucas Farias brigam pela posição. O volante Rodrigo Caio também pode ser deslocado para a função.

O zagueiro Rafael Toloi, que sofreu um entorse no tornozelo direito, ficou no Reffis, no sábado, e pode deixar a vaga para Edson Silva. Nas outras posições, o interino deve manter a mesma equipe coordenada por Ney Franco, com o quarteto Jadson, Ganso, Osvaldo e Luis Fabiano na equipe.

Por conta dos desfalques, Milton Cruz analisa as melhores opções para escalar o Tricolor neste domingo e quebrar a sina de nenhuma vitória em clássicos na temporada. Contra o Santos, uma derrota. Diante do Palmeiras, um empate. E nos duelos contra o Corinthians, a equipe tem duas derrotas e um empate, este durante os 90 minutos da semifinal do Paulistão, com derrota nos pênaltis.

- Penso, sim, em fazer algumas mudanças. Tenho estudado o Santos e vou esperar até amanhã (domingo) para analisar bem e definir. Vou ficar concentrado com os jogadores e avaliar quem eu vou usar nesse jogo - declarou o interino.

Já o Santos volta ao Brasileiro sem reforços. Os laterais Cicinho e Mena ainda não foram inscritos no BID e estão fora do clássico. O técnico Claudinei Oliveira também tem dois desfalques por lesão, o zagueiro e capitão Edu Dracena e o volante Renê Júnior. O goleiro Rafael, negociado com o Napoli (ITA), também está fora.

Como nas três primeiras partidas que teve à frente do Peixe, o treinador interino irá levar alguns Meninos da Vila a campo: o zagueiro Gustavo Henrique, o meia Leandrinho e o atacante Neílton. Além deles, vários outros garotos irão compor o banco de reservas alvinegro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X SANTOS

LOCAL: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
DATA/HORÁRIO: 07/07/2013, às 16h
ÁRBITRO: Raphael Claus (SP)
ASSISTENTES: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Celso Barbosa de Oliveira (SP)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Lucas Farias (Mateus Caramelo), Lúcio, Edson Silva e Juan; Denilson, Rodrigo Caio, Jadson e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Milton Cruz.

SANTOS: Aranha, Galhardo, Gustavo Henrique, Durval e Léo; Arouca, Cícero, Leandrinho e Montillo; Neílton e Willian José. Técnico: Claudinei Oliveira.

Ao chegar ao Morumbi, tanto os torcedores do São Paulo quanto os do Santos irão estranhar ao olhar para quem está à beira do gramado no comando da equipe. Sem Ney Franco, demitido na última sexta-feira, o Tricolor será dirigido pelo técnico interino Milton Cruz. Do outro lado, Claudinei Oliveira estará à frente do Peixe para o San-São deste domingo, às 16h, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. 

Na relargada do torneio nacional, o clube do Morumbi se encontra em uma posição mais cômoda no campeonato do que o rival. O Tricolor figura na sexta posição, com oito pontos, três a menos do que o líder, Coritiba. Por outro lado, o Santos aparece no 16º lugar, com apenas cinco pontos conquistados.

Sem vencer um clássico na temporada, São Paulo não poderá contar com o lateral-direito Douglas, que sofreu um pequeno ligamento colateral medial do joelho direito. Por conta disso, Milton Cruz ainda tem uma dúvida para escalar a equipe. Mateus Caramelo e Lucas Farias brigam pela posição. O volante Rodrigo Caio também pode ser deslocado para a função.

O zagueiro Rafael Toloi, que sofreu um entorse no tornozelo direito, ficou no Reffis, no sábado, e pode deixar a vaga para Edson Silva. Nas outras posições, o interino deve manter a mesma equipe coordenada por Ney Franco, com o quarteto Jadson, Ganso, Osvaldo e Luis Fabiano na equipe.

Por conta dos desfalques, Milton Cruz analisa as melhores opções para escalar o Tricolor neste domingo e quebrar a sina de nenhuma vitória em clássicos na temporada. Contra o Santos, uma derrota. Diante do Palmeiras, um empate. E nos duelos contra o Corinthians, a equipe tem duas derrotas e um empate, este durante os 90 minutos da semifinal do Paulistão, com derrota nos pênaltis.

- Penso, sim, em fazer algumas mudanças. Tenho estudado o Santos e vou esperar até amanhã (domingo) para analisar bem e definir. Vou ficar concentrado com os jogadores e avaliar quem eu vou usar nesse jogo - declarou o interino.

Já o Santos volta ao Brasileiro sem reforços. Os laterais Cicinho e Mena ainda não foram inscritos no BID e estão fora do clássico. O técnico Claudinei Oliveira também tem dois desfalques por lesão, o zagueiro e capitão Edu Dracena e o volante Renê Júnior. O goleiro Rafael, negociado com o Napoli (ITA), também está fora.

Como nas três primeiras partidas que teve à frente do Peixe, o treinador interino irá levar alguns Meninos da Vila a campo: o zagueiro Gustavo Henrique, o meia Leandrinho e o atacante Neílton. Além deles, vários outros garotos irão compor o banco de reservas alvinegro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X SANTOS

LOCAL: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
DATA/HORÁRIO: 07/07/2013, às 16h
ÁRBITRO: Raphael Claus (SP)
ASSISTENTES: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Celso Barbosa de Oliveira (SP)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Lucas Farias (Mateus Caramelo), Lúcio, Edson Silva e Juan; Denilson, Rodrigo Caio, Jadson e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Milton Cruz.

SANTOS: Aranha, Galhardo, Gustavo Henrique, Durval e Léo; Arouca, Cícero, Leandrinho e Montillo; Neílton e Willian José. Técnico: Claudinei Oliveira.