icons.title signature.placeholder Igor Siqueira, Rodrigo Cerqueira e Thiago Correia
30/06/2014
16:07

A Costa Rica ficou na liderança do grupo com Inglaterra, Uruguai e Itália, e nas oitavas de final já eliminou a Grécia. Motivos suficientes para que a Holanda, rival das quartas de final na Copa do Mundo, pregue total respeito pelo adversário. Sneijder e Robben, que deram a entrevista coletiva nesta segunda-feira, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, aonde a Laranja Mecânica treina, falaram bem da seleção da América Central.

- Eles têm um time muito bom. Ninguém esperava que passessem do grupo, mas passaram em primeiro. Temos que estar 100%. Vai ser um jogo difícil, devemos estar focados, realmente focados. Os latinos estão indo bem. O México foi difícil, e vai ser o mesmo como a Costa Rica. O México foi bem ofensivo, e acho que vai ser o mesmo. Claro que podemos esperar a Costa Rica mais ofensiva - disse Sneijder, que foi complementado por Robben:

- A Costa Rica é um time muito bom, passou de um grupo muito difícil. Temos que respeitar por isso. É um time forte, vai ser um jogo difícil, temos que dar tudo para chegar na semifinal.

Robben falou ainda sobre as chances da Holanda na Copa do Mundo. Disse que está indo aos poucos e exaltou o elenco.

- Estamos avançando, estamos entre os oito. Temos muita confiança no time. De Jong foi uma perda ontem, mas quem vem do banco consegue manter o ritmo.