icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/03/2014
00:33

A derrota do Flamengo para o Bolívar, na noite desta quarta-feira, complicou a sequência rubro-negra na Copa Libertadores. Na lanterna do Grupo 7, com quatro pontos, e restando apenas dois jogos para o fim da fase classificatória, o Fla se vê na necessidade de vencer as próximas partidas para tentar chegar às oitavas de final do torneio.

Protagonista negativo da noite, o zagueiro Samir, que cometeu o pênalti no início da partida que deu o gol da vitória para o Bolívar, lamentou o erro. O jogador estava usando uma chuteira que escorregava a todo instante no gramado.

– Sempre costumo jogar de trava de alumínio, nesta quarta-feira estava diferente e escorregando, posso fazer o quê? Mas isso não é desculpa, eu errei e assumo – lamentou o zagueiro.

Um dos jogadores mais experientes do elenco do Flamengo, o lateral-direito Léo Moura admitiu que o time errou bastante contra o Bolívar e reafirmou a necessidade da equipe vencer os dois jogos que restam para não depender de resultados.

– Infelizmente, a bola não entrou. Precisamos vencer os próximos dois jogos, mesmo sendo difícil para não depender só da gente. Precisamos diminuir os nossos erros, muitos foram cometidos. Vamos buscar as duas vitórias que faltam para ver se ainda teremos a chance de nos classificarmos – comentou.

O Flamengo foi direto para o aeroporto após a derrota e chega ao Rio de Janeiro na madrugada desta quinta-feira. O Rubro-Negro precisará trabalhar bastante nos próximos dias até o jogo contra o Emelec, dia 2 de abril, no Equador, para não ver o trabalho do ano deixar de existir.