icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2014
11:05

Virtualmente rebaixado para a Série B do ano que vem – tem 96% de chances de cair, de acordo com o matemático Tristão Garcia – o Botafogo busca reunir as últimas forças para tentar conseguir o improvável e permanecer na elite do futebol brasileiro. E uma dessas motivações é manter a honra do clube, com uma história recheada de glórias. E neste domingo, na Arena Condá, contra a Chapecoense, às 19h30, os jogadores terão mais uma oportunidade de mostrar brio e garra. A partida terá transmissão em tempo real pelo LANCE!Net.

Aliás, pode ter faltado muita coisa na campanha pífia do Glorioso no Brasileirão até aqui, principalmente futebol. Mas a torcida não pode se queixar de falta de vontade dos jogadores. Mesmo com adversidades e salários atrasados, os integrantes do elenco alvinegro nunca deixaram de correr e mostrar raça. Por isso, alguns deles ainda conseguem a proeza de serem aplaudidos pela torcida, caso de Jefferson e Gabriel, por exemplo.

– Eu não falaria isso (se apenas um milagre salva o Botafogo). Temos chances ainda e precisamos buscar e lutar sempre. Nove pontos nos dão a oportunidade de brigar pela permanência na Série A. Temos que sempre buscar os pontos necessários enquanto houver chance de continuar – afirmou o técnico Vagner Mancini.

Um dos símbolos da última derrota alvinegra, para o Figueirense, por 1 a 0, em São Januário, por ter chorado copiosamente após o apito final, o volante Marcelo Mattos, abriu o coração e desabafou sobre a atual situação do Botafogo.

– Esperava um ano de conquista de Libertadores e me vejo nesta situação... O Botafogo é time grande, não é para brigar para não cair nas últimas rodadas – disse Mattos.