icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/03/2014
08:08

A confusão na fila de ingressos para o jogo contra o Corinthians, há um mês, fez com que o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, estudasse a possibilidade de realizar a comercialização das entradas para o jogo contra o Santos, deste domingo, na Vila Belmiro, só pela internet. Sem conseguir colocar o plano em prática, o mandatário viu a sede do Avanti, programa de sócio-torcedor, ser atacada e, além da destruição no local, um funcionário foi agredido. Segundo ele, os sistemas usados por Verdão e Peixe impossibilitaram seu plano inicial.

- A venda na internet é, sem dúvidas, uma solução para esse tipo de problema que tivemos. Quando o Palmeiras não é mandante, a demanda é muito maior do que a carga de ingressos. Temos de achar uma maneira de minimizar os problemas que surgiram contra o Corinthians. O Santos tem um sistema de ticketagem diferente do Palmeiras, e eles não se conversam. Não teria tempo suficiente para instalarmos catracas nossas na Vila Belmiro - explicou o dirigente.

- Comunicamos os sócios Avanti pela internet e eles iam fisicamente ao posto Avanti para pegar o ingresso. No primeiro dia tudo ocorreu na mais santa paz - acrescentou o dirigente.

O ataque de quinta, que forçou o encerramento da venda de ingressos para o clássico antecipadamente, gerou um boletim de ocorrência, e o clube ajudará às investigações: nesta manhã, o Verdão entregará à polícia imagens para que se descubram os responsáveis pelo ato. Apesar do susto, Nobre avisou que seguirá dando preferência ao Avanti.