icons.title signature.placeholder Luiz Gustavo Moreira
08/11/2013
09:21

O ditado popular diz que "há coisas que só acontecem ao Botafogo". E caso o Flamengo conquiste a Copa do Brasil, será o sexto ano que um rival do Glorioso levanta um caneco nacional logo após o Alvinegro conquistar o título do Campeonato Carioca. Maldição ou apenas coincidência?

A história começou em 1989. O Botafogo foi campeão estadual em cima do Flamengo após 21 anos de jejum. Mas aquele ano terminou com comemoração vascaína pois o Cruz-Maltino foi campeão brasileiro em cima do São Paulo.

No ano seguinte, a sina continuou. O Alvinegro foi bicampeão estadual, mas o Flamengo conquistou sua primeira Copa do Brasil. Então, o Botafogo teve um hiato de sete anos sem conquistas no Rio de Janeiro. Mas, para alegria da sua torcida, levou a Copa Conmebol de 1993 e o Campeonato Brasileiro de 1995 nesse período.

Dois anos após o histórico título de 95, o Botafogo conquistou o Estadual novamente. Mas os "deuses" do futebol voltaram a acabar com a alegria dos botafoguenses. O Vasco, liderado por Edmundo, foi campeão brasileiro naquele ano.

Entre 1997 e 2006, novo intervalo sem conquistas estaduais. Porém, com o atacante Dodô como destaque, o clube de General Severiano voltou a levantar o troféu de campeão carioca. E adivinha o que aconteceu? O Flamengo foi campeão da Copa do Brasil poucos meses depois.

FLU ENTRA NA BRINCADEIRA

Em 2010, o Botafogo chegava para disputar o título com o peso de ter sido vice-campeão nos três anos anteriores, sempre com o Flamengo como algoz. Mas a chegada de Loco Abreu deu um novo ânimo ao clube. E com um gol de cavadinha do uruguaio na decisão da Taça Rio, o grito de "É campeão", que estava entalado na garganta, saiu para espantar o fantasma rubro-negro.

Então, foi a vez de o Fluminense tirar o "monopólio" de Vasco e Flamengo. O Tricolor das Laranjeiras alcançou o título brasileiro após 26 anos de espera e manteve a "maldição".

O Botafogo detém o título estadual mais uma vez. E o Flamengo chegou até a decisão da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR. Agora é a hora dos alvinegros unirem as forças para secar o arquirrival e acabar de uma vez por todas com essa escrita. Senão, é melhor pedirem aos jogadores para que nunca mais conquistem o título do Carioca.