icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/02/2015
12:09

Conhecido pelo estilo viril e, para muitos violento, o Atlético de Madrid recebe o rival Real neste sábado, pelo Campeonato Espanhol. No entanto, esta alcunha ao Colchonero não é bem vista pelo técnico Diego Simeone. Para o argentino, não se trata de deslealdade, mas de um time intenso, que não para de brigar pelo controle da bola.

- Não sabemos jogar de outra maneira. Não vamos mudar porque somos uma equipe intensa. Cada um tem seu estilo de jogo. O futebol é muito bonito porque se pode ganhar de diferentes maneiras. Nós temos este estilo pelos jogadores que temos e pela história do Atlético. Nós jogamos como historicamente faz o Atlético: valentia, força, intensidade nos contra-ataques. Não mudaria - diz o treinador.

E MAIS
- Sergio Ramos tem ruptura do tendão e para por longo tempo no Real Madrid
- Rakitic, sobre o tamanho do Barcelona: 'Aqui até um 'peido' vira notícia'

Diego Simeone não considera o Atlético de Madrid favorito devido ao fator casa e aos problemas de lesão do Real, que não terá uma legião de jogadores: Sergio Ramos, James Rodríguez, Pepe e Modric, machucados, além de Marcelo, suspenso.


Simeone não quis falar da ausência de James Rodríguez (Foto: Javier Soriano/ AFP)

- Não pensamos nos desfalques do Real. Mas como levar o jogo e onde queremos chegar. Sempre insisto que as palavras não contam na prévia do jogo. O que nos interessa são os títulos. O que vale é o que passa quando o árbitro apita o início do jogo.


Griezmann (E) será titular ao lado de Mandzukic (Foto: Rafa Rivas/AFP)

O treinador desfez outro mistério. Para duas vagas no ataque, o argentino tem três boas opções e, desta forma, uma terá que esquentar o banco de reservas. E Simeone não titubeia em dizer quem joga.

- Vão jogar Mandzukic e Griezmann.