icons.title signature.placeholder RODRIGO CERQUEIRA
19/06/2014
20:01

Muito frio, pouca empolgação e silêncio. Assim foi o primeiro treino da Espanha no CT do Caju, em Curitiba, nesta quinta-feira, após a eliminação da equipe na Copa do Mundo. Com semblantes fechados, os jogadores da Fúria pisaram no gramado de um dos campos com uma temperatura por volta de sete graus. O palco ainda foi molhado antes das atividades. Os que foram titulares na derrota por 2 a 0 para o Chile, no Maracanã, fizeram um leve trabalho físico. Alguns deixaram a atividade em seguida.

Depois, Del Bosque, abatido e quieto, dividiu o grupo para um treino em campo reduzido. O mais participativo foi o goleiro Pepe Reina, reserva de Casillas. A todo momento ele gritava e apoiava os companheiros. Mas o clima estava mesmo pesado, afinal, se trata da campeã da última Copa do Mundo e que fará mais um jogo no Mundial do Brasil apenas como um "amistoso", contra a Austrália, dia 23, na Arena da Baixada.

O silêncio no CT do Caju era tamanho que o som dos pássaros dominavam o local. Além disso, a quantidade de jornalistas seguindo a Fúria diminuiu de forma considerável. Ao término da atividade, os jogadores se retiraram em silêncio do gramado, e nenhum deles falou com a imprensa nesta quinta-feira, em Curitiba.