icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
04/02/2015
00:53

Há 41 anos sem disputar uma partida da Copa Libertadores, o Huracán - equipe argentina que já teve Pastore, D'Alessandro e Guiñazu - entrou em campo, nesta terça, para enfrentar o Alianza Lima, no Peru, pela primeira fase da competição continental. Mesmo atuando fora de casa, o "El Globo" ignorou o mando do adversário e passou por cima do time peruano.

Antes da partida começar, houve um problema nas redes, que impediu o início do embate. Mal sabiam os presentes que a rede seria muito utilizada no confronto. O ímpeto do time argentino ficou evidente desde o início da peleja. Aos quatro, o Huracán atacou rapidamente e Ábila recebeu sozinho na área para tocar na saída do gol.

Aos 37, o após bate-rebate da defesa, Ábila roubou a bola e Gamarra chutou para ampliar. A essa altura, a superioridade argentina era aparente. Na segunda etapa, o ritmo foi o mesmo. Aos 30, Toranzo recebeu lindo passe de Gamarra na área, ganhou do zagueiro e chutou para ampliar.  fim, quando o placar já parecia definido, Toranzo chutou da meia-lua e fez belo gol, dando números finais à partida.

Huracán e Alianza Lima voltam a duelam pela vaga no Grupo 3 da Libertadores (que tem Cruzeiro, Mineros de Guayana e Universitário de Sucre) na próxima terça, dia 10, no estádio El Palácio, Buenos Aires.