icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
09/04/2014
21:20

Em jogo nervoso e com marcações duvidosas da arbitragem, o Pinheiros saiu na frente de Mogi das Cruzes na série em melhor de cinco jogos das oitavas de final do NBB.

Valendo-se do fato de jogar em casa e contar com uma noite inspirada do ala Shamell, a equipe da capital paulista bateu o adversário por 85 a 82. Com 27 pontos, sendo 17 feitos no primeiro tempo, o americano foi o cestinha da partida. Ele teve um incrível aproveitamento nos arremessos de três pontos, tendo convertido seis de suas dez tentativas.

- Venho num ritmo muito bom, tenho treinado bem e isso faz parte do meu jogo. Mas esta vai ser uma série muito dura, a equipe deles não desiste até o fim. Mas foi importante sair na frente - afirmou Shamell.

Apesar de ter somado seis vitórias a menos do que o rival na fase de classificação e ter terminado em 12º, sete posições atrás, Mogi deu bastante trabalho.

Com boa performance da dupla Filipin e Daniel Alemão, que somaram 37 pontos, sendo 22 do primeiro e 15 do segundo, a equipe mogiana conseguiu manter o equilíbrio no marcador até os segundos finais.

Sem poder contar com os jovens Humberto e Bruno Caboclo, lesionados, o técnico pinheirense Claudio Mortari usou apenas oito jogadores ao longo da partida.

Além disso, o pivô Báaby ficou fora de praticamente todo o quarto final após cometer a sua segunda falta antidesportiva. Até então, tinha 100% de arremesos de quadran nos dez minutos que atuou e finalizou com dez pontos.

Depois de um jogo bastante intenso, as equipes terão apenas um dia de descanso. Na sexta-feira, às 19h30, voltam a se enfrentar no Ginásio Henrique Vilaboim, casa pinheirense. Depois disso, o playoff se muda para Mogi, onde serão realizados o terceiro e o quarto jogo, caso este seja necessário.