icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/12/2013
17:10

Adversários na semifinal da última temporada da Superliga Feminina, Sesi-SP e Unilever se reencontrarão nesta terça-feira, às 21h, na Vila Leopoldina, em duelo válido pela nona rodada do turno da competição. Consideradas duas das forças do vôlei brasileiro atual, os times prometem jogo equilibrado, apesar da diferença que separa paulistas e cariocas na tabela.

A atual campeã, que eliminou a equipe do técnico Talmo de Oliveira na temporada passada, soma sete vitórias em oito jogos. Na rodada passada, aconteceu o mais difícil de todos os triunfos. Depois de começar perdendo por 2 a 0 para o Banana Boat/Praia Clube, as meninas de Bernardinho viraram o duelo e asseguraram a vice-liderança.

– Jogar na casa do adversário é sempre muito complicado. Sabemos da qualidade do grupo delas e também que nós precisamos evoluir como time. Por isso, temos que entrar em quadra com bastante atenção e foco para conseguirmos o nosso objetivo, que é a vitória – afirmou a central Juciely.

O Sesi vem em momento de altos e baixos na temporada. Campeão da Copa São Paulo e vice do Paulista, o time acumula apenas três vitórias em oito partidas, aparecendo na nona coloação, com 12 pontos. Hoje, a equipe estaria fora dos playoffs.

Os últimos jogos foram missões difíceis, contra os favoritos Vôlei Amil (derrota no tie-break) e Molico/Osasco (derrota por 3 a 1). Para a ponteira Prisicila Daroit, terceira maior pontuadora da Superliga, o confronto contra as cariocas é uma oportunidade de resgatar o moral.

– Esse é um jogo muito importante para nós. Temos que botar em quadra nossas ideias e a parte tática como combinamos. Ganhar da equipe campeã brasileira dá moral para qualquer um, não seria diferente para nós – comentou Daroit.