icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2014
18:57

Enquanto os titulares da vitória por 3 a 0 sobre a Chapecoense permaneceram na academia do CT Rei Pelé para atividades regenerativas, o técnico Oswaldo de Oliveira confirmou a promessa de não escalar somente os principais jogadores e definiu a provável formação titular do Santos para a partida desta quinta-feira, às 21h, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. Diante do Londrina, no Estádio do Café, o Peixe terá em campo uma série de surpresas.

Oswaldo escalou a seguinte formação: Vladimir, Zeca, Paulo Ricardo, Vinicius Simon e Emerson Palmieri; Alan Santos, Renato e Souza; Jorge Eduardo, Diego Cardoso e Stéfano Yuri.

Uma das principais novidades é Zeca, que foi promovido das categorias de base e jogou as últimas partidas antes da pausa da Copa do Mundo como lateral-esquerdo, mas será deslocado à direita porque é destro e porque Victor Ferraz, o reserva natural de Cicinho, já atuou na Copa do Brasil pelo Coritiba e não pode defender outro clube no torneio.

Além de Zeca, outros jogadores são surpresas no time alvinegro: o volante Souza, recém-contratado do Cruzeiro, será titular pela primeira vez desde a chegada, e Renato e Alan Santos terão a primeira oportunidade desde a volta do Brasileirão. Diego Cardoso, que marcou o terceiro gol diante da Chapecoense, também é novidade.

A principal delas, no entanto, é um estreante em 2014. O zagueiro Vinicius Simon, de 27 anos, é revelação das categorias de base do Santos e profissional desde 2007. Apesar de bem avaliado pelo clube, nunca teve uma sequência de atuações e até hoje só entrou em campo 25 vezes, com um gol marcado. Ele foi emprestado quatro vezes nos últimos anos e seria repassado ao Goiás nesta temporada, mas o técnico Oswaldo de Oliveira vetou o empréstimo.

Recuperado de lesões, Vinicius Simon ocupará a vaga de Jubal, que está suspenso para a partida contra o Londrina. A delegação embarca para o Paraná na quarta-feira à noite para entrar em campo no dia seguinte.