icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
02/11/2014
19:01

De olho na semifinal da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, o Santos poupou contra o Internacional. Poupou não o time titular, mas gols e bom futebol. Mesmo com a equipe completa, o Peixe esteve abaixo do esperado, desperdiçou as chances que teve e acabou derrotado por 2 a 1, na Vila Belmiro. O Alvinegro falava em vencer para ganhar moral, mas o que levará dessa partida são alguns sinais de alerta para a decisão da próxima quarta-feira: desatenção na marcação, erros de finalização e dificuldades para penetrar na defesa adversária.

Apesar de não ter feito uma grande partida, o Colorado conseguiu acabar com o tabu de em 18 jogos nunca ter vencido no estádio santista. Mais do que isso, o time de Abel Braga se mantém no G4, com chances remotas de brigar pelo título.

Em uma equipe estrelada, com craques como D'Alessandro e Nilmar, foi o chileno Aránguiz, um dos melhores volantes do Brasileirão, que decidiu. Primeiro, ele aproveitou vacilo do compatriota Mena, se infiltrou do lado esquerdo da zaga alvinegra, e abriu o placar. Depois, o vacilo foi Aranha, que pegou com as mãos bola recuada. Na cobrança da falta em dois toques, o camisa 20 colorado mandou novamente para as redes.

Há que se reconhecer, porém, que mesmo não jogando bem o Santos não mereceu o tropeço dentro de casa. A equipe de Enderson Moreira dominou as ações da partida, aproveitando-se do recuou do Inter depois de abrir o placar. Má pontaria (ou sorte?).

Quando Gabigol empatou o duelo, após desviar cruzamento de Cicinho, a impressão era de que os donos da casa arrancariam para a vitória. Faltou algo a mais. Talvez mais participação de Robinho, novamente muito abaixo da média, ou inspiração de Lucas Lima, que pegou muito na bola, mas não foi tão efetivo.

O Brasileirão praticamente acabou para o Santos. Na quarta-feira, o ano estará em jogo.

Na próxima rodada, as duas equipes têm clássico fora de casa. O Santos encara o Corinthians, enquanto o Inter pega o Grêmio.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 2 INTERNACIONAL

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 2/11/2014
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Alessandro de Mattos (BA) e Luiz Carlos Teixeira (BA)
Público/Renda: 5.607 pagantes / R$ 170.950
Cartões amarelos: Fabrício, Jorge Henrique, Alan Patrick e Alisson (INT); Edu Dracena e Cicinho (SAN)

GOLS: Aránguiz, 24'/1ºT (0-1); Gabriel, 17'/2ºT (1-1), Aránguiz, 35'/2ºT (1-2)

SANTOS: Aranha, Cicinho, Edu Dracena, Bruno Uvini e Mena; Alison (Renato, intervalo), Arouca e Lucas Lima; Rildo (Jorge Eduardo, 28'/2ºT), Robinho e Gabriel (Leandro Damião, 36'/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

INTERNACIONAL: Alisson; Cláudio Winck, Alan, Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, D'Alessandro (Wellington Paulista, 22'/2ºT), Alan Patrick (Bertotto, 18'/2ºT) e Jorge Henrique; Nilmar (Ygor, 38'/2ºT). Técnico: Abel Braga.