icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/11/2013
21:25

Com uma decisão pela Copa do Brasil no horizonte, o Atlético-PR entrou com força máxima contra o Internacional. E deu certo. O Furacão jogou bem e venceu os gaúchos, já melancólicos, por 1 a 0, gol do ex-colorado Dellatorre, na Vila Capanema. O resultado colocou o time de Vágner Mancini na vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

Dos quatro duelos no ano, os paranaenses venceram neste domingo e empataram os outros confrontos, no primeiro turno e na Copa do Brasil. A vitória levou o Atlético-PR aos 55 pontos, atrás do Cruzeiro apenas. Já o Internacional se mantém com 42 pontos, mais caiu para o 11° lugar, por conta da vitória do Flamengo.

JOGO ABERTO

Sem poupar nenhum jogador mesmo com a decisão na próxima quarta-feira, Vágner Mancini deixou claro que queria buscar a vice-liderança. Completo, o Furacão começou pressionando e bem na partida, disputada debaixo de uma constante chuva. Chegou próximo do gol com Manoel, que marcou, e com Ederson, que acertou o travessão. Ambos em impedimento, porém.

O Inter acordou só a partir dos 20 minutos, quando chegou com Scocco, em chute colocado. Depois, Weverton evitou o gol de Jorge Henrique e Jackson ainda perderia livre, de cabeça, na área. Um jogo aberto, com alternância de ataques a todo momento.

Assim, os paranaenses retomaram as rédeas da partida aos 29 minutos. Paulo Baier quase marcou o 100° gol na história dos pontos corridos, em chute de fora da área, que passou ao lado da meta de Muriel. Dois minutos depois, Dellatorre cortou a marcação de Alan e bateu rasteiro, para a defesa do camisa 1 colorado, com a mão esquerda. Cada vez mais perto, o gol amadureceu: aos 44 minutos, Dellatorre, ex-jogador colorado, se antecipou a Muriel e Jackson e desviou cruzamento de Ederson para o gol.

FURACÃO FAZ INTER TREMER

A segunda etapa iniciou com o Atlético-PR, que tem muito mais a buscar que o Inter no Brasileirão, mantendo o ritmo acelerado. Chegou logo aos 3, em uma cabeçada de Luiz Alberto. Muriel voou e fez grande defesa. Léo também perdeu cara a cara com o goleiro colorado. O Inter não conseguiu esboçar nem um ataque.

Furacão foi melhor que o Inter durante grande parte do jogo na Vila Capanema (Foto: Felipe Gabriel/LANCE!Press)


A jogada de maior destaque dos colorados foi uma furada seguida de escorregão e lesão do zagueiro Alan. Índio precisou entrar. O Atlético perdeu Dellatorre, também lesionado, mas seguiu dominando a equipe gaúcha. Aos 20, João Paulo finalizou forte e Muriel rebateu. Aos 20, Mancini retirou Paulo Baier, certamente com a cabeça já na próxima quarta-feira, na decisão da Copa do Brasil com o Grêmio. Fran Mérida foi para o jogo e bateu por cima do gol logo após entrar, assustando o Colorado.

A jogada que melhor exemplifica o Inter foi aos 24 minutos. Otávio avançou pela esquerda, entrou na área, mas recuou bola para D'Alessandro. O camisa 10 não bateu e largou do lado, para Gabriel. Que ameaçou, mas também não finalizou. E assim foi com Alex, o próximo. Retrato colorado no ano.

O Furacão, por outro lado, era objetivo e assustou até o final. João Paulo cobrou falta no travessão e quase matou o jogo, aos 30. Éverton e Mérida quase marcaram. Mas o placar ficou o mesmo até o apito final.

PRÓXIMOS JOGOS

O Atlético-PR volta a atuar nesta quarta-feira, na Arena, na decisão de quem vai para a final da Copa do Brasil com o Grêmio, às 21h50. No Brasileiro, pega o São Paulo, no domingo, às 17h, na Vila Capanema. O Colorado descansa durante a semana e jogará apenas no domingo, contra o Botafogo, às 17h.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 x 0 INTERNACIONAL

Local: Durival de Britto, em Curitiba (PR)
Data-hora: 03/11/2013 - 19h30
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/Asp Fifa)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Público e renda: 7.164 (6.533 pagantes)/R$94.840,00
Cartões amarelos: Airton, Índio, Otávio (INT) Mérida, Roger (CAP)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Dellatorre - 44'/1°T (1-0)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, João Paulo, Everton e Paulo Baier (Fran Mérida - 20'/2°T); Dellatorre (Roger - 15'/2°T) e Éderson (Zezinho - 32'/2°T). Técnico: Vágner Mancini.

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Alan (Índio - 16'/2°T), Jackson e Kleber; Airton (Rafael Moura - 31'/2°T), Willians, D'Alessandro, Alex e Jorge Henrique (Otávio - 11'/2°T); Scocco. Técnico: Clemer.