icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
07/06/2014
09:00

Na contratação de Ángel Romero, o Corinthians não gastou nada para tirar o jogador do Cerro Porteño (PAR). Ainda assim, o clube ficou com 20% dos direitos econômicos do atleta. Outros 80% são divididos por investidores.

O LANCE!Net apurou que o investidor, não revelado durante as negociações, é um grupo ligado ao empresário Beto Rappa, que agencia a carreira do zagueiro Cleber, atualmente titular da zaga alvinegra. Na negociação, eles desembolsaram US$ 3 milhões (cerca de R$ 7 milhões) ao clube paraguaio.

No acordo entre as partes, o Corinthians pode exercer o direito de compra de um percentual em determinados períodos do contrato, que vai até a metade de 2019.

Romero, que chegou ao Brasil na última quarta-feira, realizou exames na quinta e assinou contrato no Parque São Jorge. Ao site oficial, o jogador afirmou que tinha um sonho de criança de vestir a camisa alvinegra.

Depois de oficializar o acordo, o atacante retornou ao Paraguai, onde vai resolver questões de visto de trabalho e aproveitará as férias do elenco corintiano. O grupo só terá de se reapresentar em 16 de junho, na preparação em Extrema (MG).

A expectativa do técnico Mano Menezes é entrosá-lo o quanto antes para testar o Timão com ele ao lado de Guerrero. Neste ano, o jogador de 21 anos marcou 12 gols.