icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/11/2013
18:17

O treinamento da tarde desta sexta-feira não indicou o time do Grêmio que enfrentará o Bahia, às 17h de domingo, na Arena, pelo Campeonato Brasileiro. Mas pode ajudar o Tricolor a voltar a vencer: o técnico Renato Gaúcho comandou um trabalho de finalizações no gramado do Estádio Olímpico. A situação vai ao encontro da realidade: o time não marca gols há três jogos e precisa de dois contra o Atlético-PR, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil. A maioria dos titulares foi poupada.

São seis jogadores preservados daqueles que estiveram em campo na Vila Capanema: Rhodolfo, Bressan, Alex Telles, Souza, Riveros e Ramiro. Todos ficaram no vestiário e não subiram para o trabalho no gramado. Dos que jogaram na quarta, Werley, Pará, que está suspenso, e os garotos Yuri Mamute e Lucas Coelho treinaram normalmente.

Renato comandou uma atividade de finalização com grande parte dos jogadores. Primeiro, envolvendo os laterais com jogadas pelos lados e cruzamentos: três atacantes contra dois zagueiros. Depois, com os atacantes acionando o treinador, que dava passes bons e ruins para os atletas finalizarem. Ao final, cada atleta precisava fazer um gol para ser liberado do treino. O último a ficar foi Kleber, que levou uma série de pancadas com os coletes dos colegas.

Kleber foi o 'perdedor' da brincadeira (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

O time gremista ainda depende do STJD. O clube pediu um efeito suspensivo para ter o atacante Kleber. Barcos e Vargas retornam, assim como provavelmente, o Gladiador. O Tricolor ainda treinará na manhã deste sábado, na Arena.