icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2014
09:08

Desde que machucou o músculo reto femoral da coxa esquerda Geuvânio foi uma das baixas mais sentidas na equipe do Santos. Por coincidência, nos seis jogos em que o atacante esteve fora do time até então, o Peixe não venceu nenhum.

Foram quatro derrotas e dois empates, sendo que o último representou a queda do Alvinegro na semifinal da Copa do Brasil diante do Cruzeiro. A sequência também significa a pior do Santos no ano, que não ganha uma partida desde o dia 19 de outubro, quando bateu o Palmeiras por 3 a 1, no Brasileirão.

Por outro lado, o camisa 45 tem uma previsão de voltar aos treinamentos no gramado já na próxima semana e tem chance de jogar as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Em seu lugar, Enderson Moreira passou a utilizar Rildo como opção, que compõe o trio de ataque com Robinho e Gabriel.

Ao de Gabigol, o ex-camisa 10 é um dos que mais contribuíram para os gols do time no ano mesmo tendo passado alguns meses no banco de reservas com o ex-técnico Oswaldo de Oliveira. Com 47 jogos no ano, fez 14 gols e deu 17 assistências.