icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2014
01:06

A caminho dos Emirados Árabes, onde atuará pelo Al Fujairah, Valdivia publicou uma mensagem de despedida à torcida do Palmeiras em sua página no Instagram. O meia de 30 anos, que antes de jogar a Copa do Mundo acertou com o empresário Wagner Ribeiro em busca de uma negociação para a Europa, lamentou por não poder "envelhecer no clube que ama". Vendido por R$ 16 milhões, ele alega que o Verdão precisava da "grana".

"Meu futuro estará em outro clube a partir de agora, mas minha adoração por este clube será por toda a vida. Gostaria muito de ter ficado até velho por aqui, mas o clube precisa desta grana", postou o jogador na legenda de uma foto com a camisa do Alviverde na rede social.

A divisão do dinheiro pela venda do Mago deveria ser: 54% do Palmeiras, 36% de Osório Furlan, conselheiro que colocou seu dinheiro para repatriá-lo, em 2010, e 10% do próprio atleta. O chileno, contudo, abriu mão de sua parte, que ficará também com o Alviverde. 

Já fora do clube, Valdivia nem treinou nesta segunda e seguirá aos Emirados Árabes para assinar o contrato com seu novo clube. O Al Fujairah ainda pagará 2 milhões de euros ao Al-Ain, ex-clube do chileno, que exigia a quantia caso o jogador fosse novamente negociado com uma equipe do país asiático.

Entre os agradecimentos que fez à torcida, o meia lembrou das "adversidades", como escreve no texto, que passou, como o sequestro relâmpago do qual foi vítima junto de sua esposa, Daniela, em 2012, em meio à campanha do título da Copa do Brasil. 

"Fiquei diante de todas as adversidades, sequestro, agressão. Tudo isso me fez querer mais ainda o clube", acrescentou.

Os comentários foram em geral favoráveis ao jogador, que tratava o Mundial como seu principal objetivo no ano do centenário palmeirense, desejando a ele boa sorte neste retorno aos Emirados Árabes. Pelo Verdão, foram 218 jogos, 41 gols marcados e três títulos (além da Copa do Brasil, o Paulista de 2008, na primeira passagem, e a Série B, em 2013). Valdivia ainda deve voltar ao Brasil para resolver as últimas pendências e conceder a última entrevista no Verdão.

VEJA A MENSAGEM DE VALDIVIA NA ÍNTEGRA:

"Não tem palavras para explicar o que este clube representa na minha vida. E não falo de futebol, falo de vida, de aprendizado, de seis anos que me entreguei, bem ou mal, mas fiquei diante de todas as adversidades. Sequestro, agressão, tudo isso me faz querer mais ainda o clube. Sou e para sempre serei agradecido à torcida, ao clube, às pessoas que sempre me apoiaram em todos os momentos. Fui muito feliz disputando uma Segunda Divisão pelo clube que amo, voltando com o clube onde nunca, jamais, deverá sair. Meu futuro está em outro clube, mas minha adoração será por toda a vida. Gostaria muito de ter ficado, até velho por aqui, mas o clube precisa desta grana. Espero que vocês entendam, e vejam que sou eternamente agradecido por vocês. Para sempre agradecido e para sempre porco", postou.