icons.title signature.placeholder Alexandre Braz e Raphael Martins
17/07/2014
17:00

Enquanto Loco Abreu negocia com o presidente Mauricio Assumpção seu retorno ao Botafogo, na Argentina, o mandatário do Rosario Central, Norberto Speciale, não quis falar sobre a possibilidade de perder o atacante. Em contato com a reportagem do LANCE!Net, o dirigente afirmou que a possível vinda do uruguaio para o Brasil tem que ser tratada com o jogador.

- Não tenho nada a dizer sobre Sebastián Abreu. Essa questão deve ser perguntada a ele. Não posso lhe dar mais nenhuma informação - disse.

Emprestado pelo Nacional ao clube argentino até maio deste ano, o clube do Uruguai liberou o atacante para ficar nos Canallas até o fim da temporada, mas Loco ainda não chegou a um acordo salarial. Porém, segue fazendo o trabalho de pré-temporada. Pelo Rosario, Abreu fez 11 partidas como titular e em outras 16 iniciou no banco. Ao todo, disputou 1283 minutos, marcando sete gols.

Dória diz que Loco Abreu será bem-vindo ao elenco Alvinegro

LEIA MAIS
> Mancini isenta Andrey por gol do Sport e elogia estreia do goleiro
> Rogério assina com o Botafogo e já deve treinar nesta sexta-feira
> Botafogo lança quarta camisa na segunda-feira, em General Severiano

Na imprensa de Rosario, o futuro de Loco Abreu também é tido como uma incógnita. De acordo com o jornalista Franco Marconi, da Radio La Red, Abreu teve grande performance no time comandado por Miguel Ángel Russo.

- No Rosario, Abreu jogou muito bem. É um jogador muito importante para o treinador. Ele se dá muito bem com Russo, tem um entrosamento muito bom - disse Franco Marconi.

As conversas para a volta de Loco Abreu tiveram início em junho, quando o camisa 13 veio ao Rio de Janeiro e recebeu uma homenagem de torcedores alvinegros. Na ocasião, o atacante se encontrou com Mauricio Assumpção para renegociar uma dívida que o clube tem com ele, referente ao acordo feito na saída dele, em julho de 2012, após divergências com o técnico Oswaldo de Oliveira.

A maior divergência para o acerto está no tempo de contrato. Enquanto o Botafogo ofereceu um vínculo até o fim deste ano, o jogador teria pedido um acordo de um ano.