icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2014
16:10

Apesar de Zinho, gerente de futebol do Santos, ter admitido a existência de uma conversa com a comissão técnica sobre a possibilidade de contratação do atacante Robinho, do Milan, Oswaldo de Oliveira preferiu não comentar o assunto. Na véspera da partida contra a Chapecoense, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador concedeu entrevista coletiva e adotou um tom neutro sobre o jogador que considerou a "cereja do bolo" para o segundo semestre.

- É uma coisa ruim falar de um jogador que não está aqui. Não gosto de falar. Mas quando ou se ele vier, a gente vai falar pra caramba - disse Oswaldo, fugindo do assunto.

O possível retorno de Robinho ao futebol brasileiro segue indefinido. O atacante não seguiu com o elenco do Milan para realizar a pré-temporada, mas Adriano Galliani, vice-presidente rossonero, declarou que acha difícil que ele seja negociado com o Orlando City, dos Estados Unidos. A contratação de Robinho por um clube brasileiro seria facilitada se isso ocorresse, já que o Orlando só abre operações ano que vem e topa emprestá-lo a um clube brasileiro.

Se Robinho é uma incógnita para Oswaldo de Oliveira, outro jogador badalado prepara o retorno à equipe. Contratado por R$ 40 milhões no início do ano, o atacante Leandro Damião está recuperado de entorse no tornozelo esquerdo, realiza trabalhos de transição para o campo e pode retornar ao time na próxima quinta-feira, data da partida contra o Londrina, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. O treinador santista, enquanto isso, apenas torce pelo camisa 9.

- Ele é um jogador diferente, tem uma personalidade diferente, é muito na dele. Já falei que ele é "japonês", e sempre apoio ele. Um jogador que tem a expectativa dele, com a avalanche midiática que houve, mas o resultado não acontece, deixa no olho do furacão. E ele sente muito. Nós temos procurado apoiá-lo sem ser acentuoso. Procuro passar a ele que está seguro com a gente, e assim que se estabelecer ele vai nos ajudar - discursou o treinador alvinegro.