icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/04/2014
15:29

No dia 7 de maio serão divulgados pelo técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, os nomes dos jogadores que defenderão o Brasil na Copa do Mundo. Um dos nomes cotados para ocupa as duas vagas de goleiro em aberto - Julio Cesar é um nome certo na lista do treinador -, Diego Cavalieri afirma não estar ansioso pela final. Nem mesmo admite mudar seu jeito de trabalhar ou estilo de ser para ficar mais evidência e, quem sabe, chamar a atenção de Felipão. Segundo o goleiro, o trabalho no dia a dia é que vai definir se seu nome estará ou não entre os selecionados.

- Tranquilo como sempre. Focado no meu dia a dia e em fazer o meu trabalho corretamente e render o esperado. Tenho que esperar as coisas acontecerem. Expectativa todos tem. Se eu disser que não estou nem aí para a convocação, estarei mentindo. Sempre fui muito tranquilo e minha cabeça está focada no agora. Não adianta estar focado na convocação e esquecer o agora. Tenho que pensar no clube para que as coisas possam acontecer. Não tem segredo - afirmou o camisa 12 tricolor.

O goleiro voltou a comentar, também, o bom momento vivido pela defesa tricolor. Em quatro jogos sob o comando do técnico Cristovão Borges, o Fluminense ainda não sofreu gols. Para o goleiro, o feito é fruto do trabalho dos defensores, que tiveram personalidade para superar a forte pressão exercida sofre o setor desde a última temporada.

- Muito feliz porque fomos muito criticados. São jogadores que foram apontados como os melhores do país na posição e agora voltaram a viver um bom momento. Isso mostra o quanto de confiança temos no nosso grupo. É difícil jogar com uma pressão tão grande. São jogadores com muita personalidade e seres humanos que trabalham, que se dedicam e fico feliz por estarem vivendo esse bom momento - analisou.

Com seis pontos conquistados em duas e 100% de aproveitamento, o Fluminense é líder isolado do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Vitória, no Maracanã, às 21h.