icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
16/06/2014
21:24

Após a goleada sofrida para a Alemanha, por 4 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador, a seleção de Portugal está de volta a Campinas, onde está hospedada e realizando a preparação durante a Copa do Mundo. A delegação embarcou poucas horas após o término do jogo e chegou ao resort no interior paulista às 20h50. Como de praxe, os atletas deixaram o local de ônibus e foram direto para o hotel, sem contato com a imprensa ou torcedores.

A chegada à concentração foi bem diferente das anteriores desde a última quarta-feira, quando a equipe desembarcou no Brasil. Desta vez, nada de aglomeração de torcedores e profissionais de imprensa em busca de informações e foto dos jogadores. Apenas a costumeira segurança reforçada da Polícia Militar e do Exército e aproximadamente 30 jornalistas, a maioria portugueses.

Os jogadores ficarão no hotel durante toda a terça-feira e voltam aos treinamentos apenas na quarta, às 10h30. O trabalho será no estádio Moisés Lucarelli, aberto para a torcida. A expectativa é de um público de dez mil pessoas, assim como no primeiro treino com a presença do torcedor, na última quinta-feira, no mesmo local.

Além do treinamento de quarta, os portugueses realizam outros dois treinos em Campinas, no CT da Ponte Preta, quinta e sexta-feira, antes da viagem a Manaus, local do segundo jogo na Copa. A equipe tentará a recuperação diante dos Estados Unidos, domingo, às 18h, na Arena Amazônia.

O técnico Paulo Bento e o departamento médico da equipe terão muito trabalho nos próximos dias. A equipe deve ter pelo menos três desfalques: Fabio Coentrão e Hugo Almeida, que deixaram o jogo contra a Alemanha lesionados, além do zagueiro Pepe, que foi expulso e cumprirá suspensão. O goleiro Rui Patrício sentiu dores após o jogo e também pode ser vetado.