icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
28/07/2014
21:48

O Palmeiras enviou um comunicado a Valdivia solicitando que o meia volte a treinar no clube. As negociações com o Al Fujairah, dos Emirados Árabes, seguem emperradas. Como o contrato não foi rescindido, foi o Verdão quem pagou os salários de julho.

Valdivia ainda não deu uma resposta. Se disser que continua negociando com os árabes e pode chegar a um acordo em breve, será liberado por mais alguns dias. Desta vez, porém, o Palmeiras estipularia um prazo para que o martelo seja batido.

O Mago viajou aos Emirados Árabes, conheceu o novo clube, vestiu a camisa e até posou para fotos. No entanto, o próprio Al Fujairah enviou um documento ao Palmeiras informando que surgiram entraves na negociação.

- Imagino que ele tenha assinado um documento, mas não o contrato de trabalho. Aí ele pode ter pedido alguma coisa a mais – disse o conselheiro Osório Furlán, que detém 36% dos direitos do chileno.

O atleta viajou aos Estados Unidos para aproveitar dez dias de folga, e planejava se apresentar para a pré-temporada no novo clube em 4 de agosto. Segundo a assessoria de imprensa dele, sua última manifestação foi na segunda-feira passada, quando avisou que não havia mudado os planos.

- O Wagner Ribeiro (empresário que ajuda o chileno na negociação) diz que ele antecipou a volta e está no Brasil desde sábado - contou Osório.

Wagner não atendeu o LANCE!Net. A mãe do jogador, Elizabeth, não sabe dele:

- Você sabe onde está o Jorge? Está incomunicável, não nos falou nada.