icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci e Russel Dias
18/11/2014
08:17

A negociação para a venda de um percentual dos direitos econômicos do volante Alison esfriou. O Santos não chegou a acordo com o banco BMG e com o empresário do atleta, Giuliano Bertolucci, que demonstraram interesse em investir no jovem de 21 anos.

Primeiro o BMG tentou comprar uma fatia do jogador abatendo parte do valor que ainda tem a receber do Peixe por 20% dos direitos de Montillo. A diretoria alvinegra não aceitou tal condição. Depois, o representante do atleta fez uma proposta de cerca de R$ 4,5 milhões pelos 70% que o clube tem de Alison. O Santos, porém, entendeu que o valor era baixo e que não seria interessante negociar toda a porcentagem que tem do jogador.

– O empresário do Alison tem interesse em comprar parte dos direitos econômicos dele. A gente aceita negociar, desde que ele pague o valor que a gente acha que merece. Sabemos o quanto queremos de todos os jogadores. O BMG tem uma outra conversa, temos outros negócios com eles. Temos uma de três parcelas a pagar – afirmou o presidente alvinegro, Odílio Rodrigues, ao LANCE!Net.

O volante, revelado nas categorias de base do Santos, tem contrato com o clube até o fim de 2017.