icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/12/2013
00:00

Após uma derrota sofrida para o Sesi-SP, o RJ Vôlei teve a noite de que precisava para recuperar a confiança e esquecer um pouco a crise financeira. Nesta terça-feira, Bruninho e companhia venceram o Kappesberg/Canoas fora de casa, por 3 sets a 1, parciais de 21-19, 12-21, 21-16 e 21-19, quebrando a invencibilidade do time gaúcho no Ginásio La Salle.

O oposto Dennis terminou a partida como maior pontuador, com 20 acertos, apesar da derrota. No time vencedor, o central Rodrigão foi eleito o melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei.

– Infelizmente cometemos erros que não podíamos em um jogo muito parelho. Tivemos bons momentos na partida, mas acabamos oscilando e sofremos essa derrota. Foi uma pena, pois poderíamos pelo menos pontuar, mesmo enfrentando uma equipe da qualidade do RJ Vôlei. Já temos um confronto difícil no final de semana e temos que mobilizar o grupo para voltar a vencer – lamentou o técnico Marcelinho Ramos.

O time carioca volta à quadra nao sábado, para enfrentar o Sada Cruzeiro, às 21h30, no Ginásio do Riacho. Já a equipe gaúcha encara o São Bernardo no mesmo dia, às 18h, no Ginásio La Salle.

Vivo/Minas vence e sobe para sexto

Em outra partida adiada, mas da segunda rodada, o Vivo/Minas venceu o São Bernardo na Arena Vivo por 3 sets a 0, com parciais de 23-21, 21-18, e 21-16. O ponteiro Lucas Lóh foi o maior pontuador do jogo, com 12 acertos, além de faturar o Troféu VivaVôlei.

Com o resultado, o time mineiro chegou à sexta colocação, ao somar 14 pontos e ultrapassar o Moda/Maringá e o São Bernardo na tabela. Os rivais têm 12 e 13 pontos, respectivamente.