icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
icons.title signature.placeholder Felipe Mendes, enviado especial*
10/07/2013
06:15

A Seleção Brasileira masculina de basquete não teve a menor dificuldade para derrotar o Chile, nesta quarta-feira, na Universíade de Kazan, na Rússia. No Basket Hall, a equipe do técnico José Neto aplicou uma enorme surra nos chilenos ao vencer por 106 a 40, pelo Grupo D. Com a vitória, o Brasil assumiu a liderança temporária do grupo, com seis pontos. A Lituânia, próximo adversário no torneio, ainda joga nesta quarta-feira contra a China.

O maior destaque da vitória brasileira foi Cristiano Felício. Estudante nos EUA e muito perto de acertar contrato com o Flamengo para disputar o próximo Novo Basquete Brasil (NBB), o jogador foi o cestinha da partida, com 28 pontos. Ele ainda deu três assistências e roubou duas bolas. Outros atletas que tiveram boa atuação foram Gui Deodato, com 18 pontos, quatro assistências e quatro roubos de bola, e Leo Meindl, com 15 pontos, sete assistências e uma bola roubada.

Na natação, Victor Hugo Colonese está fora da final nos 400m livre. Ele venceu sua bateria, com o tempo de 4m04s51, mas ficou longe do tempo necessário para a classificação: apenas em 28º. O mais rápido foi o japonês Kohei Yamamoto, com o tempo de 3m50s83. Nos 100m costas, Fabio Santi também não foi bem na eliminatória e ficou fora da semifinal. Na sua bateria, o brasileiro foi o sétimo, com 56s03. No geral, ficou em 19º. O mais veloz foi o americano Jacob Pebley, com 54s32.

* O repórter viaja a convite da CBDU

A Seleção Brasileira masculina de basquete não teve a menor dificuldade para derrotar o Chile, nesta quarta-feira, na Universíade de Kazan, na Rússia. No Basket Hall, a equipe do técnico José Neto aplicou uma enorme surra nos chilenos ao vencer por 106 a 40, pelo Grupo D. Com a vitória, o Brasil assumiu a liderança temporária do grupo, com seis pontos. A Lituânia, próximo adversário no torneio, ainda joga nesta quarta-feira contra a China.

O maior destaque da vitória brasileira foi Cristiano Felício. Estudante nos EUA e muito perto de acertar contrato com o Flamengo para disputar o próximo Novo Basquete Brasil (NBB), o jogador foi o cestinha da partida, com 28 pontos. Ele ainda deu três assistências e roubou duas bolas. Outros atletas que tiveram boa atuação foram Gui Deodato, com 18 pontos, quatro assistências e quatro roubos de bola, e Leo Meindl, com 15 pontos, sete assistências e uma bola roubada.

Na natação, Victor Hugo Colonese está fora da final nos 400m livre. Ele venceu sua bateria, com o tempo de 4m04s51, mas ficou longe do tempo necessário para a classificação: apenas em 28º. O mais rápido foi o japonês Kohei Yamamoto, com o tempo de 3m50s83. Nos 100m costas, Fabio Santi também não foi bem na eliminatória e ficou fora da semifinal. Na sua bateria, o brasileiro foi o sétimo, com 56s03. No geral, ficou em 19º. O mais veloz foi o americano Jacob Pebley, com 54s32.

* O repórter viaja a convite da CBDU